A cantora Halsey faz sucesso no mundo todo e as canções dela já ocuparam lugares nas paradas de sucesso, mas o que muitas pessoas não sabem é que histórias pesadas da vida da artista inspiram algumas músicas. Em entrevista ao jornal britânico The Guardian, a diva pop falou sobre os abortos que sofreu, traumas em relacionamentos e mais. 

Leia também: Halsey se envolve no divórcio de Miley Cyrus e defende bissexualidade da cantora

Halsey arrow-options
Reprodução/Instagram
Halsey fala sobre os abortos que sofreu no passado a fizeram se sentir desmoralizada

No mais novo álbum de Halsey , "Maniac", a música "More" é sobre a vontade de ter um filho. Infelizmente, a cantora luta contra a endometriose, uma doença no útero, e já sofreu três abortos no passado. Ela revela que isso a fez se sentir mais inadequada do que qualquer outra situação na vida. 

"Eu estou aqui alcançando essa vida fora do controle e eu não posso fazer a única coisa que biologicamente me colocaram no mundo para fazer. Então, eu preciso subir no palco e ser esse símbolo sexy de feminilidade e empoderamento? É desmoralizante", disse a voz de "Graveyard". 

Mas há uma notícia positiva. O último prognóstico médico da musa dá esperanças para ela em relação à  maternidade . Gerar um filho é algo que possivelmente Halsey poderá fazer no futuro sem maiores probelmas. Nas próprias palavras dela: "isso é um milagre". 

Leia também: Após aborto, noiva de Lucas Lucco é internada

A artista também aborda outros temas espinhosos em suas composições. Ela conta que se sentiu usada em muitas das relaçãoes que teve, tanto amorosas quanto de amizade. A cantora fala que tinha medo de ser uma pessoa chata, mas este ano mudou essa forma de pensar. Agora, ela se prioriza e não liga mais que alguém a considere chata. 

Outro tema abordado pela musa é a misoginia. A artista pop conta que quando namorou o músico e produtor G-Eazy ela deixou de ser ela mesma e passou a ser conhecida como "a namorada de alguém", mesmo com todo o sucesso e renome que já tinha antes do relacionamento. 

Leia também: Inventou o aborto? Jojo Todynho abre o jogo após polêmica

"Eu sou financeiramente independente, eu tenho a minha própria equipe, eu tenho todos os recursos no mundo para escapar da misoginia. E eu ainda não consigo. O quão difícil é para as mulheres que não têm esses recursos?", conclui Halsey .

    Veja Também

      Mostrar mais