De salto alto vermelho, toga e capelo na mão, o gaúcho Eduardo Rius, de 23 anos, chocou a web com o seu vídeo onde aparece realizando uma performance para lá de ousada, ao som de Pabllo Vittar, em sua cerimônia de colação de grau , na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Leia também: Pabllo Vittar escolhe look para o Carnaval e web opina: "Gostosa"

Eduardo Rius arrow-options
Reprodução/Instagram
Eduardo Rius


Como cada formando tinha o direito de escolher uma música para contemplar o seu momento de pegar o tão desejado diploma, o recém-formado em Relações Internacionais Eduardo Rius optou pelo hit de Parabéns, de Pabllo Vittar , e decidiu que também faria um "espetáculo" na hora de pegar o seu canudo. "Faz muito tempo que eu queria fazer algum tipo de performance na minha entrada da formatura, porque eu já tinha visto vídeos de outras pessoas fazendo coisas parecidas. Como eu sempre gostei muito de coreografia e stiletto (dança com salto alto), eu tive a ideia de trazer isso para a minha colação de grau", disse ao IG Gente .

Leia também: À la "RuPaul's Drags Race", Gloria Groove comandará reality de drags na Netflix

O jovem já esperava que o vídeo pudesse viralizar na internet, mas ainda se espantou com o tamanho da repercussão que tudo tomou. O lacre dele foi tanto que até mesmo sua ídola Pabllo Vittar compartilhou o posto no Instagram e disse que se tivesse se formado faria o mesmo. "Eu imaginava que pudesse ter alguns compartilhamentos, mas não esperava que seria tanto e que a própria Pabllo fosse repostar. Estou muito lisonjeado de poder ser um alento para a forma da galera LGBT poder se expressar", contou.


Desde que publicou o vídeo na última sexta-feira (7) da sua colação, Eduardo ganhou cinco mil seguidores e diversas mensagens de incentivo. Como nem tudo são flores, ele confessou que recebeu alguns comentários negativos, mas nada que o abalasse.

Leia também: Conheça Naja White, a primeira drag queen rockeira do Brasil

Logo depois da apresentação do show à la Pabllo Vittar , o gaúcho se dirigiu a mesa de mestres e professores que lhe dariam o diploma e os cumprimentos pelo evento e ele confessou que, apesar de não ter recebido nenhuma reclamação por parte deles, percebeu alguns olhares e comportamentos estranhos por parte dos docentes.

    Veja Também

      Mostrar mais