O nome de Eduardo Costa está envolvido em mais uma polêmica. Desta vez, o cantor está sendo indiciado pela Polícia Civil de Minas Gerais de estelionato por conta de uma transação imobiliária.

Leia também: Irmão de Eduardo Costa posta foto com arma e é acusado de ameaçar ex do cantor

Eduardo Costa
Reprodução/Instagram/@eduardocosta
Eduardo Costa


Segundo a polícia, Eduardo Costa negociou uma casa no balneário de Escarpas do Lago, em Capitólio, a 313 km de Belo Horizonte, em troca de outro imóvel na região da Pampulha, na capital mineira.

Você viu?

Leia também: Eduardo Costa assume que irmão ameaçou ex-noiva: "Ele se arrependeu"

O artista não teria avisado aos novos compradores que sua casa em Capitólio já era alvo de uma ação do Ministério Público Federal (MPF), que havia pedido a demolição parcial do imóvel que está em uma Área de Preservação Ambiental. De acordo com o R7 , a casa valia menos do que o acordado e os compradores levaram prejuízo.

O delegado responsável pela inquérito disse que Eduardo Costa induziu as vítimas ao erro ao não informar "de forma deliberada" que o imóvel era objeto de ações judiciais. De acordo com a polícia, o cantor tinha intenção de enganar as vítimas.

Leia também: Eduardo Costa ameaça antigo amigo que se envolveu com a sua ex

A equipe do IG Gente entrou em contato com a assessoria de Eduardo Costa , mas até o momento desta publicação não recebeu nenhum resposta.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários