Tamanho do texto

Atriz deu detalhes da noite em que tudo aconteceu; ela tinha apenas 15 anos

Charlize Theron resolveu contar detalhes de quando sua mãe matou o pai em legítima defesa. Não tenho vergonha de falar sobre isso, porque acho que, quanto mais falamos sobre essas coisas, mais percebemos que não estamos sozinhos", disse a atriz ao site NPR .

Leia também: Pai de atriz da Globo é preso em operação da Polícia Federal

Charlize Theron arrow-options
Reprodução/Instagram/@charlizeafrica
Charlize Theron fala da noite em sua mãe matou seu pai em legítima defesa


Leia também: Pai de Juliana Paiva morre aos 64 anos no Rio de Janeiro

De acordo com a estrela de “Mad Max”, seu pai, Charles, foi alcoólatra por toda a vida e isso tornou a relação dele com família “bastante desesperadora”. Uma noite, em 1991, quando Charlize Theron tinha 15 anos, seu pai chegou em casa bêbado com uma arma. A atriz se escondeu com a mãe, Gerda Maritz, em um quarto.

“Minha mãe e eu estávamos no meu quarto encostadas na porta, porque ele estava tentando passar. Então, nós duas estávamos encostadas na porta do lado de dentro forçando para que ele não pudesse passar”, lembrou Charlize.

Leia também: Atriz americana acusa pai de sua filha de racismo, incesto e abuso

A atriz continuou dizendo que o pai deu um passo atrás e atirou três vezes na porta. “Nenhuma dessas balas nos atingiu, o que é apenas um milagre.” Depois que o pai de Charlize Theron fez os disparos, a mãe dela decidiu “acabou com a ameaça” e em “autodefesa” atirou no então marido. Vítimas de violência, nunca foram feitas acusações contra Gerda.