Tamanho do texto

Concurso contou com a presença da atriz e modelo Luiza Brunet, que foi eleita madrinha do evento e do padrinho Gui Albuquerque do Jeito Moleque

Na última terça-feira, a Miss Amazonas, Juliana Malveira e o Mister Piauí, Antony Marquez venceram a eleição da mulher e do homem mais bonitos do país.

Leia também: Sul-africana vence Miss Universo em domingo marcado por racismo no Brasil

Rubens Apolinário e Ari Teles arrow-options
Rubens Apolinário e Ari Teles
Miss Amazonas, Juliana Malveira, e o Mister Piauí, Antony Marquez


"Representar meu Amazonas foi maravilhoso. Não vou mentir, eu estava bastante confiante. O Amazonas em peso confiou a mim esse poder para representá-los e sei que, com o apoio deles e a torcida deles, conseguir vencer e isso é muito bom. Levar esse título pra casa é melhor ainda", disse a Miss Brasil eleita.

Leia também: Miss Universo: Sul-africana conquista título de mulher mais bela do mundo

Já o Mister Brasil disse que "foi uma honra muito grande participar de um concurso deste tamanho. Sou nordestino do Piauí e honrei meu estado. Ter uma atitude e beleza com propósito foi o diferencial, pois um mister tem que transcender a estética. É um momento de alegria e espero trabalhar em grandes projetos e ter representatividade e ser um porta-voz".

Leia também: Relembre todas as campeãs do Miss Bumbum

O concurso, que existe há quase nove décadas, elege representantes nacionais para concursos internacionais diferentes e tem como enfoque o combate ao feminicídio e à violência contra a mulher .

Entre outros convidados, no júri estava a atriz Luiza Brunet que também é embaixadora oficial do programa Salve uma Mullher do Governo Federal. "Poder contar para as mulheres que eu sofri violência é muito importante. Me sinto feliz de ser voz de um programa e poder ajudar outras como eu. É nosso dever como parte da sociedade, é papel do cidadão", disse a modelo no Miss Brasil .