Tamanho do texto

Irmão de Bruno Gagliasso falou do assunto após ser acusado de ser "funcionário fantasma"; após negar, ele falou sobre suas ambições

Thiago Gagliasso, irmão de Bruno Gagliasso, foi acusado de ser "funcionário fantasma" durante o exercício do cargo público na Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa. Para rebater as críticas, ele falou ao jornal Extra sobre o assunto. 

Leia também: Status de influencer leva Thiago Gagliasso à Secretaria de Cultura do Rio

Thiago Gagliasso arrow-options
Reprodução Instagram
Thiago Gagliasso

"A pessoa que falou isso tem a responsabilidade pela palavra dela. Essa fama não existe. Estou sempre fora daqui porque, na verdade, faço muitas reuniões com a iniciativa privada. E eu sou hiperativo, nem que eu quisesse, conseguiria ficar em casa. Meu superintendente (Ruan Lira, ex-secretário de Cultura) pôde escolher 20 pessoas para levar para a Casa Civil com ele, e me escolheu. O fantasminha está bem, então. É melhor eu ficar sendo fantasma mesmo", disse Thiago Gagliasso .

Leia também: Thiago Gagliasso desabafa sobre Bruno: “Não precisamos ser melhores amigos”

"Quando eu tive atividades externas, fui com aprovação do meu superintendente. Nunca teve uma ausência à toa. Já faltei por febre, não justifiquei e levei uma falta. Isso acontece com qualquer funcionário", continuou o irmão de Bruno Gagliasso .

 Na última segunda-feira (16), Thiago deixou o cargo para qual foi nomeado. Agora, ele faz parte da recém-inaugurada Subsecretaria de Grandes Eventos, da Secretaria de Estado da Casa Civil e Governança. 

Leia também: Thiago Gagliasso não foi convidado para o aniversário da sobrinha Titi

Sobre a nova empreitada, o ator demonstra animação e vontade de aprofundar-se no ramo político: "Não estou ali pelo dinheiro. Quero entender como a política funciona. É claro que o salário ajuda, mas estou aqui para aprender e, quem sabe, seguir carreira. Estou aberto, mas adorei a política".

Por fim, Thiago Gagliasso ainda revela que não se sente bem como artista: "Meu lado ator fica um pouco fora de jogo aqui, esse meu lado funciona só para contar piada às vezes. Sou um ator muito ruim, bom é meu irmão".