Tamanho do texto

Duquesa foi acusada de reformar sua mansão usando dinheiro de impostos britânicos. Documentos afirmam que repórteres inventaram histórias

Parece que os nervos estão à flor da pele na família real! Isso porque, ao que tudo indica, Meghan Markle vai processar um tablóide britânico. A esposa do Príncipe Harry acusou o Daily Mail de promover uma campanha de mentiras sobre ela, inclusive afirmações de que ela teria adquirido uma banheira de cobre, por R$ 27 mil, e que teria gasto mais de meio milhão de libras esterlinas para isolar sua casa em Windsor contra qualquer tipo de som.

Leia também: Meghan Markle "merece algo muito melhor", diz Hillary Clinton

Meghan Markle arrow-options
Reprodução Instagram
Meghan Markle


De acordo com o site Byline , Meghan Markle acusa o jornal inglês de ter feito uma campanha de três anos contra ela e ainda listou histórias "falsas e absurdas" que teriam sido publicadas. Os advogados dea, inclusive, afirmam que o Daily Mail explorou a relação dela com o pai, Thomas Markle, e retirou partes de uma carta particulas para retratá-la de forma negativa.

Leia também: Meghan Markle, Príncipe Harry e Archie passarão o Natal longe da família real

Por outro lado, o jornal afirma que vai se defender "com vigor". Documentos judiciais apontam que os repórteres inventaram uma série de afirmações sobre o chá de bebê da Duquesa e ainda fizeram interferências negativas sobre seu relacionamento com Doria Ragland, sua mãe.

Leia também: Meghan Markle causa polêmica ao usar casaco de R$ 8 mil em evento

O documento, de 15 páginas, afirma que as histórias publicadas são inventadas e mentiras com a intenção de sugerir que Meghan Markle "fizera uma série de reformas absurdamente luxuosas". Além disso, o jornal alegou que uma lista de itens da integrante da família real , como um estúdio de ioga e um laranjal, foram pagos com impostos britânicos.