Kadu Moliterno entrou com um processo por danos morais contra Luana Piovani após declarações em vídeo, mas perdeu
Divulgação
Kadu Moliterno entrou com um processo por danos morais contra Luana Piovani após declarações em vídeo, mas perdeu

O ator Kadu Moliterno, 67, teve um recurso negado pela Justiça do Rio de Janeiro em processo contra a atriz Luana Piovani, 43. Ele pedia uma indenização de R$ 50 mil por danos morais. O Tribunal divulgou a decisão na última quarta-feira (13).

A motivação do processo foi uma  declaração da atriz feita em seu canal no Youtube, em 2017, em que ela afirma que Kadu Moliterno teria batido na esposa. 

Veja também: Quem é a mãe? Pedro Scooby será pai de novo, diz amigo

Na  época, a Luana Piovani comentava o caso de denúnica de assédio  envolvendo o também ator José Mayer e divulgado pela imprensa. Ela citou o ex-noivo Dado Dolabella e o ex-colega de cena Kadu Moliterno, afirmando que ambos não foram punidos após casos de agressão a companheiras. 

Anitta ou Scooby? Luana Piovani manda indireta misteriosa e intriga web

Você viu?

“O Kadu, que já foi meu par, bateu na esposa. Ela foi capa da revista Veja com a manchete: ‘Não foi a primeira vez’ e não soube de condenação. Ele continua trabalhando, fazendo novelas , posando com as novas namoradas para as revistas de celebridades”, criticou a atriz. 

Recurso

Kadu Moliterno já havia perdido o processo de indenização por danos morais na Justiça do Rio em primeira instância . Nesta semana, a decisão ocorreu em segunda instância após Moliterno entrar com recurso contestando a decisão.

Sortudo! Kadu Moliterno compartilha topless da esposa e faz declaração

Agora, novos recursos podem ser movidos em tribunais superiores. 

Na primeira sentença do processo, o episódio foi classificado como “situação fática que pode ser classificada como mero dissabor, decorrente do legítimo direito de criticar e ser criticado, o que se constitui na maior garantia assegurada a todos que possuem o privilégio de viver nos regimes democráticos”, afirma a decisão. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários