Tamanho do texto

Em entrevista, multifacetada artista falou sobre sua carreira, a vontade de atuar até a morte, a maneira como lida com a idade, o corpo e os rótulos

"Quero morrer no palco, de um mal súbito. Vou estar sentada, representando e... Puft! Cair morta", declarou Claudia Raia em entrevista à revista Versatille .

Leia também: Claudia Raia muda o visual e ganha elogio dos fãs na internet

Claudia Raia arrow-options
Reprodução/Instagram
Claudia Raia

Além da vontade de morrer no palco, Claudia Raia também falou sobre como lida com a idade e rótulos: "Acho sinceramente que fui melhorando com a idade. Hoje vejo fotos minhas dos anos 80, e penso que eu era quase uma demônia. Não sei por que fazia aquele sucesso todo. Com meu nariz antigo, pré-plástica", disse a atriz da Globo .

Leia também: Claudia ganha uma bolada em ação contra empresa por uso indevido de imagem

"Feminino e masculino não passam de rótulos, não deveria existir isso. Aquela polêmica ridícula de rosa e azul. Menino e menina têm que fazer tudo. Todo mundo pode tudo. Costumo dizer que eu sou uma mulher muito macha", continuou a atriz da Globo .

Leia também: Filha de Claudia Raia inicia carreira de modelo com ajuda da mãe

Ao falar sobre vida e morte, Claudia Raia dissertou: "Acho 96 anos uma boa idade para morrer. Mas já decidi tudo: quero morrer no palco, de um mal súbito. Vou estar sentada, representando e... Puft! Cair morta." E brinca com a própria lápide ela dispara: "A vida inteira eu disse que só acordo. Agora resolvi dormir para sempre. Um beijo, tchau, te amo, amém".