Tamanho do texto

Há dois anos sem ter relações sexuais, a ex-modelo não sabe como adquiriu a doença e diz que Deus a livrou da morte

Andressa Urach, de 32 anos, falou sobre a descoberta de uma doença sexualmente transmissível em seu novo livro, "Desejos da Alma". No início deste ano, a ex-modelo recebeu o diagnóstico de sífilis. Ela, que não se relaciona sexualmente com ninguém há dois anos, contou em entrevista à revista Quem que não sabe de onde veio a doença .

Leia também: "Estou casta há dois anos", confessa Andressa Urach

Andressa Urach arrow-options
Reprodução/ Instagram @andressaurachoficial
Andressa Urach

"Fui descobrir neste ano e foi um choque para mim. Descobri quando fui doar sangue no Sul em uma campanha. O hospital me chamou e recebi o diagnóstico de sífilis . Não sei de onde veio. Vi Deus me guardando porque o estágio ainda era o primeiro. Não tinha nem os sintomas ainda. Não tinha nada! Não sei de onde veio, se foi do hospital, da vida promíscua que eu tinha ou de um relacionamento. Mas se for parar para pensar, se eu tivesse isso há dois ou quatro anos, já era para estar no estágio final. Minha última relação sexual foi há dois anos. Vi Deus me guardando porque se estivesse em estado avançado poderia ter me levado à morte", disse  Andressa Urach.

Leia também: Após conversão, Andressa Urach revela o que a fez cair no pecado

A ex-modelo ainda contou que teve uma recaída e não conseguiu segurar o desejo quando voltou a se relacionar com Tiago Costa, pai de seu filho.

"Quando me converti, abri mão da vida sexual. Depois de dois anos sem fazer sexo, acabei caindo no pecado com o meu ex-marido. Só que na época a gente não estava casado. Veio a culpa porque eu errei. Nem gosto de falar sobre isso porque não gosto de falar dos outros. Foi uma escolha minha. Eu não deveria ter me relacionado com ele. Não era a vontade de Deus, ele não tinha a mesma fé. É difícil para uma pessoa que não é cristã entender que o sexo só deve ser feito depois do casamento", assumiu.

Leia também: Andressa Urach diz que buscava mídia para lucrar mais na prostituição

Andressa Urach ainda pontuou que a prática não fez bem: "Me fazia mal desobedecer a Deus e me prejudicou. Quase me perdi nisso. A escolha errada na vida sentimental quase me abalou espiritualmente. Escolher um relacionamento tem que ser muito bem pensado. A ansiedade me atrapalhou".