Tamanho do texto

O cantor Belo tem dívida de cerca de 5 milhões com ex-jogador de futebol

O ex-jogador e atual comentarista esportivo da Band , Denilson, participou na manhã desta quarta-feira (9) do "Aqui na Band" e causou polêmica no quadro "Dez Fatos que Marcaram Minha Vida", que é apresentado por Luís Ernesto Lacombe e Silvia Poppovic. Um dos assuntos que mais chamou atenção foi a dívida com o cantor Belo.

Leia também: Após desabafo, Denilson cobra dívida de Belo em público: “Me paga, mano”

Denilson fala de briga com Belo arrow-options
Reprodução/TV Bandeirantes
Denilson fala de briga com Belo













Leia também: Gracyanne Barbosa mostra em detalhe tatuagem para Belo

A dívida começou quando, no passado, Denilson comprou os direitos da banda Soweto e Belo saiu do grupo sem pagar indenização. Desde então, o ex-atleta processou Belo e também foi processado pelo cantor, porém mesmo com decisão judicial, o músico não pagou a dívida e Denilson não deixa passar.

"Isso é público e notório, nunca deixei de falar sobre o assunto. Onde eu vou hoje, entro com a cabeça erguida. É o que o ser humano deveria fazer. É muito simples esse problema. Pagou? Tá resolvido. E já era", disse o comentarista no programa.

Leia também: Show de Marília Mendonça reúne 100 mil pessoas e termina em confusão

 Ao ser questionado se ele acredita que Belo tenha condições de pagar os 5 milhões da dívida, Denilson foi direto: "Não dá pra saber onde o calo aperta. Sei que a Justiça foi feita. O cara me deve e ainda me processa [em 2017, Belo processou Denilson por cobrá-lo nas redes sociais]".

O comentarista continuou: "Ele tem que pagar as custas do advogado, já é coisa dele. E o processo que ele tem comigo, e o valor, ele tem que me pagar. O martelo já foi dado. Não pode fazer mais nada. É só ele ligar e falar: 'eu pago 1 mil reais por mês, 500 reais por mês'". 

Denilson também foi questionado se mantinha contato com o cantor e respondeu o seguinte: "Não tenho nada pra falar com ele, tá louco? Se ele quiser me encarar, tem que sair da calçada, quem está me devendo é ele".