Depois de dar opiniões polêmicas em um programa de rádio da 96 FM sobre Greta Thunberg , uma ativista sueca de 16 anos, o radialista Gustavo Negreiros foi demitido. O jornalista é de Natal, no Rio Grande do Norte, e ficou conhecido por apoiar o atual presidente Jair Bolsonaro. Em seu discurso, ele disse que a jovem era “histérica” e que precisava de sexo.

Leia também: Eduardo Bolsonaro e ex-jornalista da Band batem boca sobre corrupção na web

Jornalista Gustavo Negreiros é demitido da 96 FM
Reprodução
Jornalista Gustavo Negreiros é demitido da 96 FM


No programa da rádio, o jornalista disse o seguinte: “Ela passou há um ano a não trabalhar na sexta, para fazer uma grevezinha para mostrar o problema que o mundo está vivendo. Começou só ela, aí passou a ser duas pessoas, três pessoas, oito pessoas e na sexta-feira, em mais de 136 cidades do mundo, tinham mais de 4 milhões de pessoas reunidas por causa dessa histérica”.

Você viu?

Leia também: Jornalista, da GloboNews, é flagrado em conversa com diretor da CNN Brasil

Gustavo continuou dizendo: “Ela está precisando sabe do que? De homem”. Uma colega de tralhado prontamente retrucou: “Ela é uma adolescente de 16 anos”. O radialista rebateu: “Com 16 anos você nunca tinha beijado não?” e ainda acrescentou: “Se ela não gosta de homem, se for lésbica, não tem problema, que pegue uma mulher. Ela está precisando de sexo. Ela é uma histérica, uma mal amada”.

Com a repercussão negativa que o discurso teve nas redes sociais, Gustavo usou seu blog para fazer um pedido de desculpas: “Ontem no 96 minutos fiz um comentário infeliz a respeito da ativista sueca. Foi péssimo e lamentável, me envergonho do comentário. Venho a público, pedir desculpas a casa um dos meus leitores, ouvintes e telespectadores. Fica a lição”.

Leia também: Felipe Neto chama Lacombe de "patético" por desconfiar de garota na ONU

Mesmo se desculpando publicamente, o jornalista foi afastado da rádio e a informação foi confirmada por Giovanna Sinedino, uma das sócias da 96 FM, nas redes sociais.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários