Tamanho do texto

O radialista Gustavo Negreiros, conhecido por apoiar Bolsonaro, fez um discurso polêmico na rádio 96 FM sobre uma jovem sueca

Depois de dar opiniões polêmicas em um programa de rádio da 96 FM sobre Greta Thunberg , uma ativista sueca de 16 anos, o radialista Gustavo Negreiros foi demitido. O jornalista é de Natal, no Rio Grande do Norte, e ficou conhecido por apoiar o atual presidente Jair Bolsonaro. Em seu discurso, ele disse que a jovem era “histérica” e que precisava de sexo.

Leia também: Eduardo Bolsonaro e ex-jornalista da Band batem boca sobre corrupção na web

Gustavo Negreiros, jornalista arrow-options
Reprodução
Jornalista Gustavo Negreiros é demitido da 96 FM


No programa da rádio, o jornalista disse o seguinte: “Ela passou há um ano a não trabalhar na sexta, para fazer uma grevezinha para mostrar o problema que o mundo está vivendo. Começou só ela, aí passou a ser duas pessoas, três pessoas, oito pessoas e na sexta-feira, em mais de 136 cidades do mundo, tinham mais de 4 milhões de pessoas reunidas por causa dessa histérica”.

Leia também: Jornalista, da GloboNews, é flagrado em conversa com diretor da CNN Brasil

Gustavo continuou dizendo: “Ela está precisando sabe do que? De homem”. Uma colega de tralhado prontamente retrucou: “Ela é uma adolescente de 16 anos”. O radialista rebateu: “Com 16 anos você nunca tinha beijado não?” e ainda acrescentou: “Se ela não gosta de homem, se for lésbica, não tem problema, que pegue uma mulher. Ela está precisando de sexo. Ela é uma histérica, uma mal amada”.

Com a repercussão negativa que o discurso teve nas redes sociais, Gustavo usou seu blog para fazer um pedido de desculpas: “Ontem no 96 minutos fiz um comentário infeliz a respeito da ativista sueca. Foi péssimo e lamentável, me envergonho do comentário. Venho a público, pedir desculpas a casa um dos meus leitores, ouvintes e telespectadores. Fica a lição”.

Leia também: Felipe Neto chama Lacombe de "patético" por desconfiar de garota na ONU

Mesmo se desculpando publicamente, o jornalista foi afastado da rádio e a informação foi confirmada por Giovanna Sinedino, uma das sócias da 96 FM, nas redes sociais.