Tamanho do texto

Após ter seu comentário político editado e disseminado por portais e perfis nas redes sociais, Guga Chacra veio à público esclarecer o assunto

Nos últimos dias Guga Chacra, jornalista da Globo , foi vítima de fake news. Então, na última terça-feira (10), ele utilizou sua conta oficial no Twitter para esclarecer a situação e ameaçar os envolvidos por propagar a informação.

Leia também: Colunista chora ao vivo e pede demissão de jornal da Globo

Guga Chacra arrow-options
Reprodução / TV Globo
Guga Chacra

"Oi, nunca disse ter nojo do Brasil. Tem uma fake news me atribuindo esta declaração. Os responsáveis serão processados. [Eu] disse claramente ter nojo de insultos proferidos por autoridades à primeira-dama francesa. Basta ver o vídeo. Discordar, tudo bem. Mas difamação é crime", disse o jornalista da Globo .

Leia também: Cinco jornalistas que surpreenderam a todos ao deixar a Globo

Tudo começou quando Guga Chacra , correspondente internacional, comentou sobre os adjetivos utilizados por Jair Bolsonaro contra a primeira-dama da França. À ocasião, ele usou expressões como "nojo" e "asco" para se referir ao comportamento dos correligionários.

Leia também: César Tralli está com um pé fora da Globo

Após o comentário de Guga, portais e perfis nas redes sociais editaram o vídeo e relacionaram a opinião do jornalista ao sentimento que ele, suspostamente, teria em relação ao País. A iniciativa de processar os responsáveis foi aplaudida pelos seguidores do contratado da Globo no Twitter. "Isso mesmo! Processa. Ainda tentamos viver num mundo civilizado", disse um. "Esse povo se alimenta de fake news porque acha que nada vai acontecer", opinou outro.