Tamanho do texto

O comediante falou sobre o futuro e o medo e desejo que sente de ser pai

Não faltam novos projetos para Fábio Porchat: prestes a estrear o programa “Que história é essa, Porchat?” (que chega ao  GNT em 6 de agosto) o comediante diz que também planeja um filho para 2020. Casado com a executiva do Porta dos Fundos  Nataly Mega , ele acredita que ter filhos é a coisa mais difícil do mundo.

Leia também: "Era um adolescente racista, homofóbico e machista", diz Porchat em entrevista

Fábio Porchat arrow-options
Divulgação
Fábio Porchat tem medo de envelhecer e fica sem graça


"A gente é um poço de coisas equivocadas. A gente acha que uma coisa é certa, e não é. E filho é uma esponja, a criança vai observando tudo. É tão difícil explicar as coisas que acontecem. E ao mesmo tempo não transformar seu filho em você. Seu filho tem que ser uma evolução de quem você é", afirma Fábio Porchat .

Leia também: Fábio Porchat defende Danilo Gentili e os dois acabam trocando críticas na web

"Eu não queria que meu filho fosse conformado com as coisas como eu já sou. Queria que ele olhasse uma criança na rua e visse que isso não pode ficar assim", compartilha o apresentador, que ainda diz temer ficar desatualizado com o passar do tempo.

"Meu maior medo é ficar um velho sem graça . Dando opinião maluca. Geralmente as pessoas vão ficando mais velhas e vão dando opiniões pavorosas", diz ele, ao brincar que "as pessoas precisam morrer".

Leia também: Fabio Porchat na Globo? Humorista faz graça com boatos: "Que história é essa?"

"Eu falei outro dia e disseram que era horrível, mas as pessoas precisam morrer! As pessoas são horríveis, a maioria. Então elas precisam morrer para surgir novas pessoas. Se formos ficar vivendo 300 anos, o mundo acaba", fala Fábio Porchat .