Conhecido por interpretar Schwoz Schwartz no seriado infantil "Henry Danger", da Nickelodeon, o ator Michael D. Cohen revelou em entrevista à revista Time que é transgênero. Durante conversa, ele disse que foi "mal denominado" no seu nascimento e que se identifica como homem. "Estou orgulhoso de ter tido uma experiência transgênero - uma jornada transgênero”.

Leia trambém: Charlize Theron sobre seu filho transgênero: "Não é uma decisão minha"

ator
Reprodução/Instagram
Ator de série infantil revelou que é transgênero


O ator revelou que sua transição aconteceu antes de sua carreira decolar, há vinte anos, mas só recentemente foi inspirado em falar sobre sua jornada. “Essa reação louca e opressão de direitos está acontecendo bem na minha frente. Eu não posso ficar em silêncio", disse. “O nível de - vamos ser educados - o mal-entendido em torno de questões trans é tão profundo e tão destrutivo. Quando você enfraquece uma população, você enfraquece todo mundo".

A carreira de Cohen começou nos sets de estúdios no Canadá, onde nasceu, como uma mulher em papéis femininos até o ano 2000, quando iniciou o processo de transição médica e social de gênero. Em 2014, ele foi escalado para "Henry Danger", seria infantil. Ele também já esteve em  "As Aventuras de Kid Danger", "Suburbicon: Bem-vindos ao Paraíso", com roteiro dos irmãos Coen, e muitos comerciais de TV.

A revelação de  Michael D. Cohen também está ligada a um projeto que ele planeja há 15 anos. Um programa chamado "4 Cubits Make a Man",  uma referência ao espécime Vitruvian de Da Vinci, é a história de como ele sua família chegaram a um acordo com sua verdadeira identidade, e como ele precisou compreender o que significa ser homem.

Leia também: “Preconceito velado”, diz atriz trans sobre falta de papéis na TV


“Na minha experiência, eu nasci homem. O que meu corpo dizia sobre isso era irrelevante”, disse. “Não importa o quanto eu tentasse, não estava aberto para negociação. Acredite em mim, teria sido muito conveniente se eu fosse realmente uma mulher", afirmou.

Leia também: "Maria Luiza" retrata primeira transexual das Forças Armadas Brasileiras 

"Eu trabalhei tanto para chegar a essa verdade e já usei rótulos no passado que não pareciam verdade por conveniência naquele momento. Meus cromossomos não ditam meu gênero. Eu sou um homem", finalizou o ator , que recebe o apoio do showrunner do programa infantil da Nickelodeon .

    Veja Também

      Mostrar mais