Parece que Kim Kardashian está mesmo focada em se tornar uma advogada. Durante o episódio do reality “Keeping Up With The Kardashians”, exibido no último domingo (5), a estrela revelou que pretende deixar a carreira no entretenimento para se dedicar à advocacia.

Leia também: Kim Kardashian, Flávia Alessandra e os famosos que podem te salvar da prisão

Kim Kardashian estuda ao lado de duas amigas
Reprodução/Instagram
Kim Kardashian


“O meu pai sempre me ensinou que trabalho pesado e compromisso são coisas muito importantes, então o meu objetivo é, em 10 anos, deixar de ser a Kim K e focar nisso, ser uma advogada e lutar por várias pessoas necessitadas”, declarou Kim Kardashian mencionando o pai, Robert Kardashian, que morreu em 2003.

Leia também: Meditação, ioga e óleos: inspire-se no chá de bebê de Kim Kardashian

Ainda no episódio, Kim disse que estava estudando Direito enquanto se equilibra entre suas obrigações como mãe, esposa e empresária. “Eu gasto mais tempo nisso do que qualquer outra coisa. É uma loucura, mas é muito divertido estar perto das pessoas que são superinteligentes e que querem a mesma coisa”, disse.

Leia também: Como escolher o nome do bebê? Kim Kardashian revela técnica

No reality da sua família, a socialite contou que chegou a comentar seu interesse por Direito Criminal com o pai, que também era advogado, mas que foi desencorajada por ele na época. Robert, em 1994, era um dos advogados de defesa do ex-jogador de futebol americano O.J. Simpson, acusado de matar sua ex-esposa, Nicole Brown.


“Eu falei com o meu pai há aos que eu tinha interesse em justiça criminal e em ser advogada , e ele falou que aquilo ia me estressar demais. ‘Você não quer entrar nessa de verdade’, ele dizia. Acho que agora, tendo ajudado tanto Alice (Marie Johnson), estou realmente motivada para conhecer mais a lei e lutar por pessoas que merecem uma segunda chance como ela”, confessou Kim Kardashian .

    Veja Também

      Mostrar mais