Tamanho do texto

A ex-Spice Girl contou em entrevista ao site The Sun que teve um estresse pós traumático e problemas com o alcoolismo e vício em sexo; confira

Com 43 anos, a ex-Spice Girl Melanie Brown, conhecida como Mel B, se internará em uma clínica de reabilitação. A cantora contou em entrevista ao site The Sun  que planeja se internar para tratar um estresse pós-traumático e problemas com o alcoolismo e vício em sexo.

Leia também: Ex-Spice Girl, Mel B ferve internet com foto de bumbum

Mel B contou que se internará em uma clínica de reabilitação
Divulgação
Mel B contou que se internará em uma clínica de reabilitação


Ainda de acordo com o site, uma fonte a descreveu como "louca por sexo", dizendo que  Mel B  dormiu com até três homens em um dia depois de se divorciar do produtor Stephen Belafonte.

Leia também: Mel B explica porque jogou água em Simon Cowell no "America's Got Talent"

"Não sou perfeita e não tenho a pretensão de ser. Mas estou trabalhando para ser uma melhor versão de mim mesma para meus filhos - a quem eu amo mais do que a mim mesma. E também por todas as pessoas que têm me apoiado", disse ela, mãe de um adolescente e duas crianças.

"Estou sendo bastante honesta sobre beber para adormecer a minha dor. Esta é a maneira que muitas pessoas mascaram como elas realmente estão. Algumas vezes é muito difícil lidar com as emoções que eu sinto. Mas o problema nunca foi sexo ou álcool, é algo muito além disso", continuou a ex-Spice Girl.

A cantora falou que tem consciência que está em um ponto crítico: "Ninguém me conhece mais do que eu, mas estou lidando com isso. Decidi entrar em um programa de terapia adequado nas próximas semanas, mas precisa ser no Reino Unido, porque sou muito britânica e sei que isso vai funcionar melhor para mim", afirmou Mel, dizendo ainda que os últimos seis meses foram especialmente difíceis.

Leia também: Vídeo em que Mel B é assediada ao vivo no "X-Factor" viraliza nas redes sociais

Além da clinica, Mel B está em tratamento com uma nova técnica de psicoterapia chamada Dessensibilização e Reprocessamento por meio dos Movimentos Oculares (EMDR).
Ela também está escrevendo um livro. "Tenho trabalhado com um escritor para meu livro e tem sido inacreditavelmente traumático reviver as emoções de um relacionamento abusivo e confrontar tantos problemas da minha vida", afirma.





    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.