Tamanho do texto

Frances Bean Cobain compartilhou uma mensagem emocionada sobre a luta contra o vício de drogas, revelando que está sóbria há dois anos e termina com a frase da carta de suicídio de seu pai Kurt Cobain:"Paz, amor e empatia"

A família de Kurt Cobain tem algumas sombras infelizes: dogras, polêmicas e suicídio, mas parece que as coisas estão mudando. Em um post no seu Instagram, Frances Bean Cobain,  filha do fundador da banda de rock Nirvanna, compartilhou uma mensagem emocianada sobre o seu relacionamento com a vida e vícios, revelando que está sóbria há dois anos. Frances é filha de Kurt com Courtney Love.

Leia também: Charlize Theron fala de infância traumática após testemunhar morte do pai

Frances Bean Cobain revela que está sóbria há dois anos
Instagram/Reprodução
Frances Bean Cobain revela que está sóbria há dois anos




Junto com a mensagem compartilhada por Frances Bean Cobain , 25 anos, está um boomerang mostrando seu sorriso e a natureza, representando, segundo ela, seu desejo de "compartilhar um momento puro em Oahu cercado pela natureza". 

Leia também: Beleza Americana! Paris Hilton posa nua inspirada por filme

Frances começa a mensagem com um desabafo sobre compartilhar algo tão íntimo: "Eu pensei que iria começar essa publicação compartilhando um momento puro em Oahu cercado pela natureza, com meu amor. Este momento é uma representação de quem eu sou em 13 de fevereiro de 2018. Isso é significativo aqui e agora porque é meu segundo aniversário sóbria. É uma decisão interessante e caleidoscópica compartilhar meus sentimentos sobre algo tão íntimo para o público."

Frances Bean Cobain compartilha uma foto desejando Feliz Natal ao lado do Pai Kurt Cobain e da mãe Courtney Love
Instagram/Reprodução
Frances Bean Cobain compartilha uma foto desejando Feliz Natal ao lado do Pai Kurt Cobain e da mãe Courtney Love


A filha de Kurt continua desabafando sobre o vício e sua sobriedade: "O fato de estar sóbria não é realmente para o conhecimento público, mas acho que é mais importante deixar de lado meu medo de ser julgada, mal interpretada ou tipificada como uma alguma coisa. Eu quero ter a capacidade de reconhecer e observar que minha jornada pode ser informativa, até útil para outras pessoas que estão passando por algo similar ou diferente. É uma batalha diária, dolorosa, desconfortável e trágica sobre coisas que já aconteceram ou acontecerão. A autodestruição, o consumo tóxico e a libertação da dor são muito mais fáceis de aderir. Unicamente, para mim e para aqueles que estão à minha volta, escolher estar presente é a melhor decisão que já fiz. Como tratamos nossos corpos está diretamente correlacionado com a forma de como tratamos as nossas almas. Está tudo interligado. Tem que ser."

Leia também: Natalie Portman desabafa sobre assédio e abuso sexual em Hollywood

A mensagem segue com uma celebração a vida: "Então, hoje vou celebrar a minha saúde vibrante e a abundância de felicidade, gratidão, consciência, compaixão, força, medo, perda e sabedoria de outras emoções complicadas que sinto constantemente. Eles informam quem eu sou, quais são minhas intenções, quem eu quero ser e me forçam a reconhecer meus limites / limitações. Eu reivindico meus erros como meus porque acredito que eles contribuam para o diálogo de uma evolução na vida. Estou constantemente evoluindo. O momento em que a evolução cessa é o momento em que eu realmente posso amar. (...). Eu nunca afirmarei que sei algo que outras pessoas não fazem. Só sei o que funciona para mim."

Frances finaliza a mensagem com a mesma frase da carta de despedida de seu pai Kurt Cobain antes de suicidar em abril de 1994: "A tentativa de escapar da minha vida já não funciona para mim. Paz, amor, empatia (vou reivindicar esta frase e defini-lá como algo cheio de esperança e de bondade e saúde, porque eu quero) Frances Bean Cobain ". 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.