Tamanho do texto

Atriz de “True Lies” acusou figurante do filme, Aziz Ansari sofreu acusações e modelos relataram abuso de Mario Testino e Bruce Weber

As recentes acusações de assédio a vários nomes de Hollywood geraram e segue gerando grande mobilização na indústria. Diversas atrizes se uniram para criar o “Time’s Up”, fundo que busca angariar dinheiro para custear apoio judicial para pessoas que sofreram abuso. Além disso, o assunto segue em pauta em grandes evento como o “Globo de Ouro”, na última semana. Com o apoio que a causa tem conseguido, muitas pessoas tem reunido coragem para finalmente confessar casos de assédio.

Leia também: Após ganhar Globo de Ouro, James Franco é alvo de acusações de assédio sexual

Eliza DUshku em cena de True Lies
Reprodução
Eliza DUshku em cena de True Lies". Ela tinha 12 anos quando gravou o filme e foi molestada por dublê

Uma das acusações de assédio mais comentada no último fim de semana foi da atriz Eliza Dushku . De acordo com seu relato, ela foi molestada por Joel Kramer, coordenador de dublês do filme “ True Lies ”, em 1994. Na época com apenas 12 anos, ela deu detalhes sobre o ocorrido, dizendo que ele a convenceu a ir para seu hotel com a promessa de que ia brincar na piscina. “Lembro vividamente de como ele metodicamente diminuiu as luzes; como ele regulou o ar condicionado para uma temperatura congelante, exatamente onde ele me colocou em uma das duas camas do quarto de hotel, que filme ele colocou na televisão (“Cônicos e Cômicos”); como ele desapareceu no banheiro e voltou, nu, sem nada além de uma pequena toalha de mão na frente. Lembro do que eu estava vestindo. Lembro de como ele me deitou na cama, me prendeu com seu gigantesco corpo e começou a se esfregar em cima de mim”, contou.

Leia também: Cineasta ganhador do Oscar é acusado de assédio sexual por diversas mulheres

Ela ainda comentou sobre como se sentiu no período, considerando que, no set, ele era responsável por sua segurança durante cenas de ação. No filme, ela fazia a filha de Arnold Schwarzenegger e Jamie Lee Curtis. James Cameron, diretor do longa, se pronunciou a respeito dizendo que não imaginava que isso tinha acontecido, caso contrário não teria “tido piedade”.

Kramer também se manifestou, negando veemente as acusações. Ao site “The Wrap”, ele se disse chocado pela acusação, e ainda comentou que ela “era uma menina doce, todos cuidavam dela (no set)”.

Mario Testino e Bruce Weber

Campanha de moda Bruce Weber. Ele e Mario Testino foram acusados de assédio por modelos
Reprodução
Campanha de moda Bruce Weber. Ele e Mario Testino foram acusados de assédio por modelos

Outro caso proeminente do fim de semana envolveu dois dos maiores nomes da fotografia de moda: Mario Testino e Bruce Weber. Ao New York Times, vários modelos acusaram ambos de assédio sexual. Um deles, Robyn Sinclair, declarou que Weber colocava os dedos na sua boca e pegava em suas partes íntimas. O grupo de modelos comentou que Weber tinha um “estilo” de agir e os incentivava a fazer exercícios de respiração antes das sessões, que é quando ele os molestava. Já Mario foi chamado de “predador sexual” pelo modelo Ryan Locke. Ambos negaram as acusações de assédio.

Aziz Ansari

Aziz Ansari foi acusado de comprotamento inapropriado e avanços inadequados por uma mulher
Reprodução
Aziz Ansari foi acusado de comprotamento inapropriado e avanços inadequados por uma mulher

Por fim, outra situação que ganhou destaque, apesar de não configurar assédio, é a do ator  Aziz Ansari . De acordo com uma moça identificada como “Grace” no site Babe, ele foi inapropriado e ignorou seus sinais de que estava desconfortável com seus avanços. A garota, que não identificou seu nome real, contou sobre um encontro que teve com o ator, depois de conhecê-lo no Emmy de 2017. De acordo com ela, eles jantaram em um restaurante e foram para o apartamento de Anzari, onde ele avançou rapidamente para cima dela e eles começaram a se beijar. Ainda de acordo com Grace, a situação foi muito rápida e invasiva, e ela tentou demonstrar seu desconforto, inclusive sugerindo a ele que fossem "mais devagar". “Eu sei que eu demonstrei fisicamente que eu não estava interessada. Eu não acho que isso foi percebido e, se sim, foi completamente ignorado”.

Grace também contou que depois que foi embora do apartamento, ela mandou uma mensagem explicando como tinha se sentido desconfortável, e Aziz respondeu pedindo desculpas, afirmando que interpretou mal a situação. 

Aziz respondeu ao texto dizendo que ficou "surpreso e preocupado" quando recebeu as mensagens de Grace. Ele confirmou seu encontro com a jovem e que eles se envolveram em uma atividade sexual que, no seu ponto de vista, era completamente consensual. Ele disse que levou a sério o que a moça lhe informou e que ele levou um tempo processando o que ela lhe disse. Por fim, ele comentou: “eu continuo apoiando o movimento que está acontecendo na nossa cultura. É necessário e há muito atrasado”. 

Leia também: Advogado de Stan Lee rebate acusação de assédio: “caráter impecável”

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.