Tamanho do texto

O criador de histórias da Marvel é acusado por jovens enfermeiras que trabalhavam em sua mansão. Advogado de Stan Lee rebate e nega acusações

Stan Lee que tem 95 anos é conhecido por suas lendárias histórias em quadrinhos como "Homem-Aranha", “Hulk", "Homem de Ferro", "Quarteto Fantástico" e "Thor". Mas essa semana ele virou notícia por outro motivo: ele foi acusado de abuso e assédio sexual por enfermeiras responsáveis em cuidarem dele na sua mansão em Holywood.

Leia também: "Se errei, vou consertar", diz James Franco sobre acusações de assédio

Stan Lee, criador de histórias da Marvel
Reprodução Instagram
Stan Lee, criador de histórias da Marvel


De acordo com o “Daily Mail”, as jovens enfermeiras alegam terem sido, assediadas, apalpadas e obrigadas a fazerem sexo oral no criador de histórias da Marvel enquanto ele tomava banho. Afirmaram ainda, que o homem costumava andar nu pela casa.

Leia também: Tentando emagrecer, Bruna Marquezine descobre problema de saúde

Stan Lee, criador de histórias da Marvel
Reprodução Instagram
Stan Lee, criador de histórias da Marvel



A empresa que emprega as profissionais, que atende diversas celebridades e pessoas de ponta, parou de trabalhar para Lee depois de inúmeras queixas das enfermeiras, e agora está em disputa legal com ele. Entretanto, não houve queixas policiais e as ações judiciais ainda não foram processadas.

Caráter impecável

O advogado (Tom Lallas) que representa o famoso negou categoricamente as “falsas e desprezíveis” acusações, dizendo que pretende limpar o "estelar bom nome" e “caráter impecável” do artista e relatou que Stan Lee está sendo vítima de uma extorsão, “ele não será chantageado e não pagará nada a ninguém, porque ele não fez absolutamente nada de errado” disse.

Uma fonte com conhecimento da situação revelou que Lee não parece se importar com os pensamentos alheios e que parece achar graça da situação, “Stan é um homem velho que aparentemente perdeu o caminho (...) ele esta perdendo o filtro”, relatou o jornal.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.