Tamanho do texto

Como Gal Gadot conquistou o mundo todo e foi o nome mais comentado de Hollywood em 2017, se tornando nossa personalidade do ano

Em um ano saturado de filmes de super-heróis , somente uma mulher teve chance de reinar entre Thor e Homem-Aranha. Trata-se de Diana (Gal Gadot), princesa de Themyscira, ilha escondida que abriga as amazonas criadas para proteger a humanidade de Ares, rei da guerra. Diana não conhece os homens e, ainda assim, acaba embarcando em uma aventura para defender a Terra. Corajosa e altruísta, ela encara seu destino e acaba envolvida na Primeira Guerra Mundial.

Leia também: Sete coisas que você precisa saber sobre Gal Gadot, a Mulher-Maravilha

Gal Gadot dominou o ano dos super-heróis e se tornou nossa personalidade número um
Divulgação
Gal Gadot dominou o ano dos super-heróis e se tornou nossa personalidade número um

Em meio a tantas derrotas da Warner / DC , “ Mulher-Maravilha ” foi um acerto, em grande parte por conta de sua protagonista, Gal Gadot . A atriz, que já tinha vivido a amazona em “Batman Vs. Superman”, ganhou seu filme solo e se mostrou perfeita para o papel da heroína.

Leia também: Muito além da Mulher-Maravilha: Elas também mereciam um filme

A icônica personagem dos quadrinhos já recebeu várias tentativas de aparecer na TV e nos cinemas. O maior sucesso foi com Lynda Carter nos anos 1970. Em 2011 uma versão moderna com Adrianne Palicki no papel foi engavetada antes mesmo de ir ao ar. Eis que, na tentativa de criar um universo compartilhado dos heróis da DC, uma nova chance surgiu para a personagem, o que levou a escolha de Gadot. A atriz israelense tinha, até então, feito papeis menores como na franquia “Velozes e Furiosos”, e era um nome relativamente novo em Hollywood.

Gal Gadot
Reprodução/Instagram
Gal Gadot

Com a missão de devolver a glória de uma das maiores heroínas dos quadrinhos, ela chamou a personagem para si e se tornou a Mulher-Maravilha. Mesmo com apenas um filme solo, é difícil imaginar outra atriz no papel. E com o sucesso do longa, que saiu em junho, ela se tornou o principal chamariz para “ Liga da Justiça ”, lançado em novembro.

Fora da franquia

Mais conhecida por papeis de ação, ela participou de “Vizinhos Nada Secretos” em 2016, filme que passou batido.  Para o futuro, ela tem dois filmes fora desse universo: “Ruin” e “Deeper”, além de estar confirmada para a sequência de “Mulher-Maravilha” e para o filme solo do Flash.

Mulherão

O filme, e seu sucesso de bilheteria, são expressivos para as mulheres: é o filme de maior bilheteria já dirigido por uma mulher, Patty Jenkins , com mais de US$ 800 milhões arrecadados no mundo. O filme também reafirma o ícone feminista que é a personagem, mesmo que rodeada por tantos homens na tela.

My partner in crime 😏❤️#pattyjenkins #latimes #art #wonderwoman #friendship

Uma publicação compartilhada por Gal Gadot (@gal_gadot) em

Mas Gal Gadot não é só a estrela de cinema mais comentada do ano. Ela é a mãe de duas meninas, a mais nova dela, Maya, nascida no começo deste ano. O que significa que ela foi a “Mulher-Maravilha” enquanto estava grávida, já que fez refilmagens de “Liga da Justiça” no fim do ano passado. E ainda promoveu dois filmes enquanto cuidava de duas crianças, uma delas recém-nascida. É ou não é a Mulher-Maravilha?

Leia também: O que deu certo e o que deu errado em "Mulher-Maravilha"

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.