Tamanho do texto

Em conversa com Gabriela Pugliesi para seu canal no YouTube, a cantora Iza relembra os momentos que marcaram a sua vida até chegar à fama

A cantora Iza, de 26 anos, participou de um vídeo no canal “Vendi Meu Sofá com Gabriela Pugliesi", ela conta detalhes sobre sua experiência maravilhosa em participar do festival Rock In Rio entre outras coisas. A carreira na música teve início aos 5 anos quando começou a cantar em casa e na igreja, por conta da timidez. Formada em publicidade, foi somente com 24 anos que resolveu seguir a carreira de cantora.

Leia também: Do baile às baladas, o funk atravessa gerações e conquistas novos seguidores

Iza foi ao canal “Vendi Meu Sofá com Gabriela Pugliesi“
Divulgação
Iza foi ao canal “Vendi Meu Sofá com Gabriela Pugliesi“

No bate papo com a youtuber surgem diversas questões sobre sua vida até chegar à fama. Com 13 anos, Iza começou a alisar o cabelo e com nove fez trança pela primeira vez, “eu lembro que eu usei por que eu queria que meu cabelo balançasse igual o das minhas amiguinhas da escola”, e conta que adorou.  

Leia também: Bruna Marquezine entra em choque ao ser hipnotizada

Os alisamentos duraram até os 20 anos, até desistir por não se sentir mais à vontade. “Eu comecei a olhar no espero e vi que eu não era aquilo, e isso foi um período muito complicado em minha vida, porque assim, era um eterno período de querer me adequar, eu só queria me misturar, sabe? Não queria chamar a atenção, eu não queria ser diferente”.

Uma das coisas que mais chamam a atenção na cantora, além de sua voz potente, são suas tranças grandes, que inspiram muitas fãs. “Eu tenho que trocar de dois em dois meses”, disse Iza.

 Cantora Iza faz sucessos com suas músicas
Reprodução/Instagram
Cantora Iza faz sucessos com suas músicas

Na infância, às vezes ela era a única menina negra da classe ou da escola, e diz que isso era cruel.  Hoje, ela está satisfeita consigo mesma e enfatiza a importância de se aceitar, “é muito legal estimular as pessoas, a se olharem no espelho, e entenderam o que elas gostam, sem prestar atenção naquilo que a sociedade ta falando pra gente”, e continuou: “a gente precisa olhar no espelho e entender o que é você no espelho, o que você gosta em você no espelho, quando eu comecei a fazer esse exercício minha vida mudou”.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.