Tamanho do texto

Vez ou outra, notícias polêmicas sobre as celebridades tomam conta dos veículos de comunicação. Mas, o que está por traz dessa estratégia?

Luan Santana deixou o sertanejo para se aventurar no heavy metal. Claudia Leitte optou por tirar o Leitte do sobrenome. Neymar largou o futebol pra arriscar a sua voz no mercado musical. E até mesmo o destino do Bentley de R$ 800 mil do Chiquinho Scarpa ia ser descansado a sete palmos da terra. Nos últimos tempos, o mundo pareceu ficar do avesso com essas notícias das celebridades que foram emergindo nas redes sociais. Entretanto – para o bem ou para o mal – tudo isso não passou de uma estratégia de marketing que, apesar de ter ganhado notoriedade atualmente, já está no radar dos publicitários há muito tempo.

Marketing com músicos é uma forma de marcas atingirem um público mais jovem
Reprodução
Marketing com músicos é uma forma de marcas atingirem um público mais jovem


Leia também: Marketing do amor? Celebridades expõem seus relacionamentos e ganham com isso

“Elas têm o objetivo de gerar buzz nas redes sociais e mídia espontânea dos veículos de notícia que ficam curiosos tentando entender o que está acontecendo ali”, comenta Manuela Sanches, publicitária e fundadora da agência de publicidade Enlink. Segundo Sanches, a estratégia de marketing veio à tona no ano passado, com a campanha da Snickers com o Neymar, mas em 2013, a atriz Alinne Barros e Chiquinho Scarpa já haviam participado de campanhas no mesmo modelo. Entretanto, devido ao sucesso com o jogador de futebol, outras marcas também resolveram apostar na técnica que tem dominado a mídia cada vez mais.

Leia também: Isolados! Sete celebridades que não se renderam ao Instagram, mas deveriam

“Imagino que as pessoas comecem a desconfiar, questionando se essas notícias absurdas não são, na verdade, mais uma campanha. Mas, apesar disso, creio que os veículos não vão deixar de noticiar. A notícia em si é atraente para o veículo”, comenta a publicitária. As celebridades que aparecem nas campanhas podem ser inúmeras. “As escolhas variam de acordo com o público alvo que a marca esteja querendo atingir. Os músicos tem se destacado mais do que no passado, que era quando víamos muito artistas de novelas, especialmente da Globo.  Hoje jovens não estão mais assistindo tanto televisão, então a ideia é ir buscado outras figuras que tenham um apelo maior para esse público”, completa. 

Leia também: O que é e como funciona o Music Branding?

Um outro lado

Apesar das campanhas terem ganhado notoriedade, a publicitária ressalta que essa estratégia de marketing pode muitas vezes não ser benéfica para a marca. “Tem opiniões variadas a respeito disso. Há aqueles que acreditem que vale bastante para a marca, que fica em evidencia para esses diferentes meios e também tem quem acredita que todo esse buzz favorece apenas o artista, porque todos os holofotes acabam ficando em cima dele e não no produto”, comenta. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.