Tamanho do texto

O ator morreu no dia 15 de setembro do ano passado depois de se afogar nas águas do Rio São Francisco, em Sergipe, depois da gravação de "Velho Chico"

Há exatamente um ano, o Brasil todo parava para acompanhar o sumiço de Domingos Montagner, que havia desaparecido nas águas do Rio São Francisco, em Sergipe. Pouco tempo depois, a confirmação: o ator, que vivia o auge de sua carreira como protagonista da novela das nove, "Velho Chico" , morreu afogado após banhar-se no local na companhia de Camila Pitanga .

Leia também: Magnético em cena, Domingos Montagner era reservado e tímido no dia a dia

Domingos Montagner morreu afogado há um ano no Rio São Francisco, em Sergipe
Divulgação/TV Globo
Domingos Montagner morreu afogado há um ano no Rio São Francisco, em Sergipe


Domingos Montagner ficou nacionalmente conhecido ao dar vida ao Capitão Herculano da novela "Cordel Encantado" ,  em 2011, pela qual ganhou diversos prêmios como ator revelação, mas sua carreira começou antes, muito antes e não foi nas telinhas. Para quem não sabe, o lado artístico do ator começou a ser visto no circo, quando ele tinha 27 anos de idade. Foi nessa época que Domingos começou a fazer várias apresentações de rua como palhaço.

Leia também:  No Instagram, Selena Gomez revela que se submeteu a transplante de rim

O até então palhaço foi parar no teatro onde apresentou espetáculos baseado no humor e nas acrobacias típicas, que fizeram muito sucesso e continuaram presentes em sua carreira. Na televisão, a vida do ator começou em 1996, na novela "Tocaia Grande" , na Rede Manchete. Já no cinema, o primeiro filme de Domingos foi "Paredes Nuas" , em 2009.

Em seus 27 anos de carreira, Domingos Montagner colecionou 22 trabalhos na televisão, 10 no cinema e mais 15 no teatro, além de indicações e vitórias em prêmios e publicidades.

Domingos Montagner em
Reprodução/Instagram
Domingos Montagner em "Bingo: O Rei das Manhãs"

"Bingo: O Rei das Manhãs"

Estreou recentemente o filme "Bingo: O Rei das Manhãs" , que foi filmado antes da morte do ator. No longa, protagonizado por  Vladimir Brichta, Domingos vive  Aparício, um palhaço de circo que dá aulas particulares de palhaço para Augusto Mendes.

O filme conta a história de Augusto Mendes, um ator que sonha em ter uma carreira na televisão brasileira.  Ele trabalha fazendo pornochanchadas e pequenas participações em novelas da emissora de maior audiência do país, mas devido uma promessa ao filho, cogita se desprender dos trabalhos pornográficos para trabalhar animando um programa matinal infantil. O grande revés vem a tona quando descobre que o público não pode saber sua identidade. Portanto, anônimo, entra em crises pessoais, o que corrobora em uma convivência ruim com o filho e em seu ambiente de trabalho.

Leia também:  Vladimir Brichta explica preparação para "Bingo – O Rei das Manhãs"

A morte

Domingos morreu há exatamente um ano depois de mergulhar no Rio São Francisco, em Sergipe. O ator, na época com 54 anos, gravou cenas da novela "Velho Chico", em Caninde de São Francismo , após o término das gravações, almoçou com a colega de elenco, Camila Pitanga,  em seguida resolveu tomar um banho no rio, que não era apropriado para nado.

Vale lembrar que, quando o ator morreu, ele vivia o auge de sua carreira como o Santo, protagonista de "Velho Chico", novela das nove. Como a trama já entrava em sua reta final, a direção optou por não substituir Montagner e, de uma forma emocionante, o olhar de Santo esteve presente em toda a sequência do folhetim, como se a câmera fosse seus olhos.

Domingos Montagner e Camila Pitanga foram os protagonistas de
Divulgação/TV Globo
Domingos Montagner e Camila Pitanga foram os protagonistas de "Velho Chico"




Luciana Lima, viúva do ator, chegou a contar como recebeu a notícia. O empresário de Domingos ligou para ela, que sentiu o tom de voz preocupado do rapaz. Ela contou para os filhos que o pai estava desabarecido, mas no fim da noite, Mônica Albuquerque, diretora de produção da Globo, ligou para ela para dar a notícia da morte.

Vida imitando a arte

Poucos dias antes de Domingos se afogar e morrer no Rio São Francisco, seu personagem, Santo, também se afogou no mesmo rio, só que na ficção ele teve a sorte de ser resgatado por índios, o que, infelizmente não aconteceu na vida real.

Vida que segue

Camila Pitanga, que presenciou tudo o que aconteceu com Domingos, ficou abaladíssima com a morte do companheiro. Poucos dias depois, ela falou ao "Fantástico" com bastante emoção. "Ele me salvou. Eu acho que ele sabia o que estava acontecendo e me deu a oportunidade de viver", revelou a atriz, com bastante emoção.

"A gente meio que tinha combinado com o Gabriel (o ator Gabriel Leone com quem gravaram cenas naquele dia) de ir tomar o banho no rio. A Lucy não podia e acabou calhando de irmos só nos dois", recorda a atriz. "O motorista não era da região e o lugar ali (onde se propuseram a nadar) parecia tranquilo. Ele ainda perguntou: 'será que a gente pergunta?'. Pensamos que era melhor não. Até porque com ator tudo vira um acontecimento e eu e o Domingos queríamos ser muito objetivos", completou.

Leia também: Ele me deu a chance de viver, diz Camila Pitanga ao relembrar morte de Montagner

Um ano depois...

Em paz! É assim que Camila Pitanga se sente hoje, um anos depois da morte de Domingos. Apesar disso, a atriz prefere evitar o assunto. "Tem sido um período necessário e eu precisava de um ano sabático depois de tudo que aconteceu. Foi duro, mas agora estou em paz".

A família de Domingos também vem se recuperando da trágica morte do ator. São eles que mantém as redes sociais dele vivas para que ele fique na memória. ""Olá. Antes de tudo, muito obrigado a todos pelo carinho nos últimos meses. Foi muito importante esse apoio para lidarmos com tudo o que ocorreu. Nós da família de Domingos Montagner viemos informar que as redes sociais dele continuarão no ar e serão alimentadas com informações sobre a trajetória, projetos do teatro, cinema e televisão e homenagens que envolvem a carreira artística de Domingos, preservando sua memória e valorizando este artista que possui lindas histórias ainda a serem contadas", dizia o post publicado no Facebook.

Domingos Montagner e família
Reprodução / Instagram
Domingos Montagner e família


A família de Domingos Montagner conseguiu seguir em frente com a ajuda um do outro e com a ajuda do tempo. Também foi o tempo que ajudou Camila Pitanga a superar o trauma de ter vivenciado tudo com o ator, mas com certeza a saudade ficará para sempre.