Tamanho do texto

Em vídeo, o ator critica postura do presidente dos Estados Unidos e ainda sugere o que Trump deveria falar em seu discurso no fim de semana

Depois dos eventos de Charlottesville, nos Estados Unidos, o ator Arnold Schwarzenegger resolveu se pronunciar sobre a situação de tensão racial que parece se agravar no país. Em um vídeo para a ATTN , o astro, que também já foi governador do estado da Califórnia pelo partido Republicano, teceu alguns comentários sobre o pronunciamento do presidente Donald Trump após os conflitos no fim de semana, que resultaram na morte de uma mulher.

Leia também: Johnny Depp faz piada com possível assassinato de Donald Trump

Arnold Schwarzenegger teceu críticas ao discurso de Donald Trump após conflitos no país
Reprodução
Arnold Schwarzenegger teceu críticas ao discurso de Donald Trump após conflitos no país

“Não há dois lados para a intolerância, não há dois lados para o ódio”, comentou Arnold Schwarzenegger, em referência à polêmica frase de Donald Trump , que defendeu que “havia culpados em ambos os lados” em Virgínia. "Se você escolhe andar com uma bandeira que simboliza o massacre de milhões de pessoas, não há dois lados para isso. A única forma de derrotar as vozes altas e raivosas do ódio é combatê-las com vozes mais altas e mais razoáveis. Isso inclui você, presidente Trump. Na verdade, como presidente desse grande país, você tem a obrigação moral de mandar uma mensagem inequívoca contra o ódio e o racismo”, continuou.

Leia também: Projeto musical reúne 50 músicas inéditas contra Donald Trump; ouça

Ainda no vídeo, Schwarzenegger sugere que ajudaria Trump a escrever uma resposta aos acontecimentos. “Deixe-me eu te ajudar a escrever um discurso um pouco: ‘Como o Presidente dos Estados Unidos, e como um republicano, eu rejeito o apoio aos supremacistas brancos. O país que derrotou os exércitos de Hilter não tem lugar para bandeiras nazistas. O partido de Lincoln não ficara ao lado daqueles que carregam bandeiras da Confederação falida”, comentou. “Foi tão difícil? Veja, eu disse a você...”, brincou.

Leia também: Quiz: quem disse essas frases, Donald Trump ou Frank Underwood?

O ator ainda relembrou a sua experiência de crescer na Áustria após as consequências da Segunda Guerra Mundial. "Eu posso dizer-lhe que esses fantasmas que você idolatria passaram o resto de suas vidas vivendo em vergonha, e agora estão descansando no inferno”, comentou. “Vamos acabar com o ódio”, concluiu o ator.

Veja o vídeo abaixo, em inglês:

Doação

No começo desta semana, Arnold Schwarzenegger anunciou que iria doar US$ 100 mil ao Centro Simon Wiesenthal, contra a intolerância após os acontecimentos em Charlottesville. Na sua conta no Facebook, o ator chegou a condenar as ações dos neonazistas no país e defendeu que a ideia seria “ajudar a avançar a missão do Centro de expandir a tolerância através de educação e lutar contra o ódio em toda a América”. Agentes da ONU pediram punições aos responsáveis pelos crimes racistas no país, ainda com discurso controverso de Donald Trump sobre a situação.

    Leia tudo sobre: Donald Trump