Tamanho do texto

As celebridades frequentemente são afetadas por diversos transtornos mentais. Relembre dez famosos que falaram abertamente sobre isso

Muitas vezes, a pressão por ter um bom desempenho afeta as pessoas de modos diferentes. E, com os famosos , isso não poderia ser diferente. Em alguns casos, eles são tão cobrados por seus trabalhos e sua aparência física que acabam desenvolvendo transtornos mentais.

Leia também: Ana Maria Braga: relembre os micos que aconteceram no "Mais Você"

Transtornos Mentais afetam diversos famosos por conta da pressão sobre seus corpors e seu trabalho
shutterstock
Transtornos Mentais afetam diversos famosos por conta da pressão sobre seus corpors e seu trabalho

E aí, muitos deles sofrem para conciliar tratamento e carreira, sem perder oportunidades de trabalho. Por causa disso, muitos estão se envolvendo na luta contra a psicofobia (que, no Brasil, é crime tipificado desde 2012) e falando abertamente sobre como fizeram para enfrentar e superar seus transtornos mentais .

Seja com o uso de medicamentos, seja com terapia e afastamentos da TV para se submeter a internações em clínicas psiquiátricas, relembre dez famosos que abriram o jogo e revelaram seus problemas psicológicos e como os enfrentaram para seus fãs:

Demi Lovato

Demi Lovato
Divulgação
Demi Lovato

A cantora teen Demi Lovato já falou sobre seus diversos transtornos e sua luta contra os sintomas da depressão, de seu Transtorno de Personalidade Bipolar, bem como sua luta contra uma dependência química e ainda suas tendências à automutilação. Em uma entrevista à revista norte-americana People , ela afirmou que ainda luta contra essas doenças e que as pessoas precisam aprender mais sobre essa questão, para que não haja nenhum tipo de discriminação com as pessoas que enfrentam a mesma situação que ela - mas não tem os mesmos recursos que a cantora.

Fernanda Lima

Fernanda Lima
Divulgação/TV Globo
Fernanda Lima

Após sua estreia como atriz na Globo, na novela "Bang Bang", Fernanda Lima recebeu uma série de críticas ao seu trabalho e ao roteiro da novela - que foi uma das piores em audiência na época. Com isso, a atriz acabou desenvolvendo uma depressão. Parte disso, ela combateu com as aulas de yoga que fez na época, contudo, ela também admitiu que o processo de estar em depressão e a autoaceitação não foi fácil.

Lady Gaga

Lady Gaga
Divulgação
Lady Gaga

A diva do pop Lady Gaga já afirmou que lutou contra um Transtorno de Estresse Pós-Traumático após ter sido estuprada aos 19 anos e por manter uma rotina frenética de trabalho naquela época. Ainda de acordo com a cantora, sua intenção ao compartilhar a sua experiência com as doenças mentais é a necessidade que existe de se acabar com  a vergonha que muitos ainda sentem com relação a esses distúrbios. A popstar também afirmou que, quando se tem um transtorno do tipo, o melhor remédio do mundo são as palavras de carinho daqueles que nos cercam, e que nenhuma dor invisível deve passar despercebida.

Leia também: Famosos se manifestam após denúncia de gravação envolvendo Michel Temer

Jô Soares

Jô Soares
Reprodução/TV Globo
Jô Soares

Durante uma entrevista com a cantora Maria Rita em seu extinto programa, Jô Soares afirmou que desenvolveu Transtorno Obsessivo-Compulsivo (TOC) com a idade. Em sua casa, ele tem a necessidade de deixar todos os quadros levemente inclinados para a direita, a fim de controlar seu distúrbio.

Gwyneth Paltrow

Gwyneth Paltrow
Reprodução
Gwyneth Paltrow

A atriz Gwyneth Paltrow enfrentou um quadro delicado de depressão pós-parto após o nascimento de Moises, seu filho com ex-marido e vocalista do Coldplay, Chris Martin. Em uma entrevista à revista norte-americana  Good Housekeeping , ela afirmou que foi a condição mais difícil que já enfrentou em sua vida, pois não conseguia conectar-se emocionalmente ao bebê, além de sentir que estava fracassando em todos os seus objetivos. Ela também afirmou que levou mais de um ano para sair do quadro de depressão, e que foi somente graças ao apoio de seu então marido que ela conseguiu superar.

Roberto Carlos

Roberto Carlos
Divulgação
Roberto Carlos

O Transtorno Obsessivo-Compulsivo (TOC) do cantor Roberto Carlos é bastante conhecido por ter diversas peculiaridadades. O cantor, por exemplo, aboliu uma de suas músicas de seu repertório por conter a palavra "inferno", que ele não fala de jeito nenhum. Além disso, ele sempre veste azul e nunca se aproxima de objetos que sejam pretos e marrons. Outra palavra que ele baniu de seu vocabulário foi "mal", e passou a cantar "se o bem e o bem existem/você pode escolher", na música É preciso saber viver . Para combater isso, o cantor afirmou, em uma entrevista ao "Fantástico", em 2014, que está fazendo terapia.

Carrie Fisher

Carrie Fisher em ''Star Wars: O Despertar da Força''
Divulgação
Carrie Fisher em ''Star Wars: O Despertar da Força''

Carrie Fisher, que viveu a princesa Leia Organa na saga "Star Wars", nunca escondeu que convivia com um Transtorno de Personalidade Bipolar e tinha diversos vícios. Apesar disso, nunca se deixou definir apenas por seus transtornos. Tanto é que negou o diagnóstico por cerca de cinco anos, e recorreu à cocaína para justificar a negação de suas batalhas contra seu distúrbio. Apesar disso, foi uma das primeiras de Hollywood a admitir que era portadora de um transtorno mental e falar abertamente de sua luta diária para se aceitar e buscar ajuda externa.

Maurício Mattar

Mauricio Mattar
Divulgação
Mauricio Mattar

Maurício Mattar é outro famoso com Transtorno de Personalidade Bipolar, que foi diagnosticado por um psiquiatra da Rede Globo, após a revelação de que se automedicava para uma suposta depressão. Após muitos anos de tratamento, com terapia e remédios, ele garantiu em uma entrevista que nada mais o afeta, e que todo o problema surgiu após uma situação estressante em sua vida particular durante o ano de 2011.

Cara Delevingne

Cara Delevnigne
Reprodução/Instagram
Cara Delevnigne

Cara Delevingne admite que tem uma vida privilegiada e muita sorte em suas escolhas profissionais. Contudo, nada disso impediu a moça de ser atormentada por depressão e ideias suicídas. A depressão que enfrenta a fez odiar o próprio corpo e, com isso, gerou um quadro de automutilação. Além disso, todo o estresse de não aceitar seus transtornos a fazer desenvolver um quadro de psoríase, uma doença autoimune que deixa marcas circulares na pele.

Leia também: Música de Iggy Azalea em parceria com Anitta vaza na internet

Cassia Kiss

Cássia Kiss
Reprodução/Instagram
Cássia Kiss

Diagnosticada com Transtorno de Personalidade Bipolar e Bulimia, a atriz se engajou na luta contra a psicofobia, e defende que, apesar de terapia e medicação ajudarem, o principal meio de ajudar as pessoas com esses transtornos é mantendo um ambiente familiar saudável e, principalmente, seguro - pois, muitas vezes, ela perdia o controle das situações e chegou a terminar um casamento por causa de seus transtornos mentais.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.