Tamanho do texto

O ator dá vida a Rubinho na novela de Glória Perez, um rapaz que, ao longo da trama de "A Força do Querer", vai se envolvendo com o tráfico de drogas

Emilio Dantas vem encarando o misterioso Rubinho na novela das nove "A Força do Querer" . O ator contracenana com Juliana Paes , que dá vida à Bibi, sua esposa, e, se no começo da trama ele era aquele homem perfeito para ela, aos poucos sua máscara vem caindo e o final, o público já sabia antes mesmo no início da trama: o rapaz tem envolvimento com o tráfico de drogas.

Leia também: Máscara de Rubinho começa a cair em "A Força do Querer"

Emilio Dantas dá vida a Rubinho em
Divulgação
Emilio Dantas dá vida a Rubinho em "A Força do Querer"


Em entrevista ao iG , Emilio Dantas fala sobre esse mistério de seu personagem, o que para ele é mais interessante. "A saga do Rubinho é de transição. O trabalho tem que ser feito com cuidado, verdade e sempre instigando o público a criar suas próprias conclusões". Essa parte parece estar fazendo bastante sucesso com o público, que fica cada vez mais curioso com a história.

Mas afinal, o que podemos esperar de Rubinho nos próximos capítulos? Para responder, o ator fez uma brincadeira associada ao personagem. "Como diria Rubinho, "sei de nada não, doutora". Sendo assim, melhor aguardar, mas sabemos que o marido de Bibi em breve terá problemas com a polícia e, inclusive, será preso, para o desespero de sua esposa.

Leia também: Emílio Dantas, galã de nova novela das 18h da Globo, revela fobia inusitada

Falando em Juliana Paes, ela também vem dando um show de atuação. Sua personagem enxerga o marido como um príncipe encantado sem defeitos e, consequentemente, ela é bastante ciumenta, o que o ator explica com o amor dela. "Acho que o amor cria novas razões, sempre. O ciúme já é uma razão de hábito. Os dois se complementam e geraram muita coisa juntos. Talvez os dois se enxerguem como fortalezas", opina.

Emilio contracena com Juliana Paes, sua esposa na trama
Reprodução/Globo
Emilio contracena com Juliana Paes, sua esposa na trama


Personagens à parte, Emilio conta que a parceria entre ele, Juliana e Elizângela, sua sogra na trama, é muito boa. "Temos muito diálogo, curtimos as cenas juntos e nos ajudamos sempre".

O mesmo ele diz de Glória Perez, escritora da novela. "A Glória conta com a inteligência do ator e do público. O texto é sempre muito claro e cheio de possibilidades, fora a facilidade com que ela manuseia todos aqueles universos".

O crime e o debate social

O fato é que ao longo da novela, Rubinho e Bibi se envolverão com o crime, o que cabe um debate social sobre o assédio do tráfico em comunidades de baixa renda. "Sempre levantamos todos os pontos que envolvem cada cena, mas como ainda sim é uma obra de ficção aberta, a condução desses pontos está com a Glória", disse. "Já o debate social não cabe numa resposta curta, como quase tudo que acontece nesse país", completou o ator.

Leia também: Humberto Martins, Juliana Paes e atores que não saem das novelas de Glória Perez

Outros projetos

Além da carreira de ator, Emilio também tem um pé na música. Ele já gravou um EP há dez anos com suas composições. "Hoje em dia sou mais amigo da música...ela me auxilia muito nos papéis que faço e quando estou com amigos sempre acontece uma violada", apesar disso, ele não tem planos para trabalhar com isso agora, mas é um desejo.

O que Emilio faz em paralelo atualmente é cinema. Ele está em dois filmes que sairão ainda em 2017,  "Berenice Procura", de Allan Fiterman, e "Motorrad", de Vicente Amorim. "Gosto muito do cinema e seria legal mais papeis biográficos ou de caracterização pesada", finaliza.

    Leia tudo sobre:
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.