Tamanho do texto

Sem pudores em falar no assunto, Érika Canella, Miss Bumbum 2016, falou para o periódico erótico, clássico no segmento masculino, sobre a vida sexual

A modelo e Miss Bumbum Érika Canella já participou, também em Portugal, do reality
PLAYBOY PORTUGUESA | CO ASSESSORIA
A modelo e Miss Bumbum Érika Canella já participou, também em Portugal, do reality "Love On Top" e foi flagrada tendo noite quente com participante no programa europeu

Ser capa de uma revista como a Playboy na carreira de qualquer modelo é um marco curricular. No caso de Érika Canella , musa baiana vencedora do concurso Miss Bumbum de 2016 , não é diferente. A gata acaba de estampar a primeira (literalmente) página da edição portuguesa da revista e está chamando a atenção não só esteticamente, mas também por revelações feitas sobre os primeiros passos dados na própria vida sexual.

Leia também: Pegando fogo! Sob edredom, Erika Canella tem noite quente em reality português

A modelo Érika Canella, Miss Bumbum Brasil do ano de 2016, foi escolhida para estrelar a capa da edição de maio de 2017 da revista Playboy de Portugal, periódico erótico
PLAYBOY PORTUGUESA | CO ASSESSORIA
A modelo Érika Canella, Miss Bumbum Brasil do ano de 2016, foi escolhida para estrelar a capa da edição de maio de 2017 da revista Playboy de Portugal, periódico erótico

Em uma nova foto divulgada pela Playboy , só que na versão portuguesa, a modelo Érika Canella foi escolhida para ser estrela e capa no mês de maio de 2017 . Junto das fotografias, a modelo também bateu um papo mais íntimo com a redação da revista e revelou como e com quem, sem citar nomes, foi seu primeiro orgasmo. "Sempre tive problemas em sentir orgasmo e o meu primeiro foi com uma mulher”, conta. Depois da declaração, Érika ainda demonstrou segurança e autoestima de sobra e concluiu: “não tenho vergonha de dizer isso".

Leia também: Erika Canella, candidata da Bahia, é a grande vencedora do Miss Bumbum 2016

Reality Shows

Érika Canella participou do programa “ Love On Top ", reality show exibido pela TV portuguesa onde casais procuram o amor. Mas querendo trazer a baiana para o contexto nacional, Érika foi questionada se participaria do reality show “ A Fazenda ” aqui das terras tropicais e se mostrou reflexiva sobre ficar, um dia, confinada. Para a modelo, o que parece pesar mais numa situação de reclusão não é a corrida pelo prêmio, e sim o que pode vir a refletir dessa condição na conduta dos participantes.  "O confinamento é muito difícil, fazemos coisas impensáveis", relata a Miss Bumbum Brasil 2016 .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.