Tamanho do texto

Com apenas seis anos de idade, o ator teve que enfrentar uma longa jornada contra a depressão e a ansiedade por conta do comportamento dos colegas

O ator Jonathan Lipnicki revelou na última segunda-feira (13) através da sua conta no Instagram uma história bastante comovente sobre os bastidores do filme “Stuart Little”, o qual participou interpretando o pequeno Jerry Maguire. Na época, Lipnicki tinha apenas seis anos de idade e participou de um grande sucesso do cinema em 1996 ao lado de nomes consagrados como Tom Cruise e Renee Zellweger. Apesar do filme bombar ao redor do mundo, o pequeno vivia uma situação delicada atrás das telonas.

Ator de Stuart Little revelou ter enfrentado batalha contra a depressão e a ansiedade
Reprodução/Instagram
Ator de Stuart Little revelou ter enfrentado batalha contra a depressão e a ansiedade


Leia também: Integrante das Spice Girls confessa ter sofrido bullying de membros do grupo

Agora com 26, o astro de “ Stuart Little ” comentou pela primeira vez sobre a sua luta contra a ansiedade e depressão, que começou logo após o lançamento do filme nos cinemas. Lipnicki comentou que “como um pré-adolescente, eu fui zombado por pessoas que agora são meus amigos no Facebook. Me disseram que eu não era mais famoso e que nunca conseguira um trabalho novamente. Me fizeram me sentir como um lixo todo dia no ensino fundamental ao ponto em que eu tinha ataque de pânico toda a noite antes da escola, porque eu me questionava como eu conseguiria passar pelo próximo dia”, confessou o ator.

Leia também: André Vasco revela a Daniela Albuquerque que sofria bullying na infância

Depois do relato, o ator foi entrevistado pelo site TooFab na última terça-feira (14) e revelou que “Eu estive em tratamento por um longo período de tempo porque eu tive um problema sério de ansiedade e depressão. Eu sentia que não sabia como a minha vida iria terminar”. Os problemas começaram por conta da sua interpretação no filme. Mais velho, o ator chegou a comentar que o problema avançou tanto que sua pele e mãos ficavam irritadas de tanto esfrega-las de nervosismo. “"Tudo o que eu mais queria na minha vida era fazer filmes. Ser zombado por uma coisa que você ama e dizerem que você não vai ser um sucesso era difícil. Até os professores me chamavam de preguiçoso e eu descobri, muito tempo depois, que eu tinha um problema de aprendizado", completou o ator.

Superação

Além do tratamento, Lipnicki também revelou que praticar Basquete ajudou a superar o trauma. Ele afirmou que jogava todos os dias porque era a única hora do dia que ele não estava tendo um ataque de pânico. "Você tem que transformar isso em algo. Tanto faz se for artes, esportes ou ajudar as pessoas. Eu acredito que muitas crianças por aí não tem uma direção de onde ir com toda essa dor e eles acabam indo para dentro deles mesmos e sofrem, e isso é horrível”, comentou o ator.

Leia também: Adele desabafa e conta que sofreu de depressão pós-parto

Depois da entrevista, o ator de “Stuart Little” ainda usou suas redes sociais para mandar uma mensagem para quem passa pela mesma situação que ele enfrentou. “Estou aqui para ajudar as outras pessoas compartilhando a minha experiência. Eu não sou uma vítima, eu sou um sobrevivente e as crianças esperançosamente vão ver que eles poderão ser também”, escreveu.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.