Em nota, o Ministério Público afirmou que requisitou instauração de um inquérito policial para apurar as denúncias contra o ex-participante do " BBB 20 " Felipe Prior. Ele é acusado de dois estupros e uma tentativa de estupro por três mulheres em crimes que teriam acontecido entre 2014 e 2018 .

Felipe Prior arrow-options
Reprodução Instagram
Felipe Prior


Mas, a assessoria de Felipe Prior disse que até o momento seus advogados não tiveram acesso ao inquérito e que o arquiteto também não recebeu nenhuma intimação para depor, mas que está à disposição caso seja convocado.

Leia também: "BBB 20": Felipe Prior se defende de acusações de estupros "que jamais cometeu"

"Ele reafirma a sua inocência à exaustão, eis que nunca praticou qualquer ato de violência sexual contra ninguém", informou. "A equipe jurídica de Felipe está tomando todas as medidas cabíveis sobre aqueles que o acusam de qualquer ato que não cometeu", completou a assessoria a Folha de São Paulo .

Leia também: Acusado de estupro, Felipe Prior não é certeza na final do "BBB 20"

De acordo com o jornal Extra , as três supostas vítimas de Felipe Prior foram ouvidas recentemente na Delegacia da Defesa da Mulher de São Paulo (1ªDDM).

    Leia tudo sobre: bbb

    Veja Também

      Mostrar mais