Na noite da última terça-feira (17), Pyong Lee foi o oitavo eliminado do Big Brother Brasil com 51,70% dos votos. Já fora da casa, o hipnólogo falou que seu maior erro no jogo foi ter pedido para disputar este paredão com Babu, que teve 47,71% e Rafa Kalimann, 0,59% do votos.

Leia também: "BBB 20": Thelma passa fome, chora e público fica indignado

Pyong arrow-options
Reprodução/Globo
Pyong


Logo que saiu da casa, Pyong não pode ver a família como de costume, pois o programa suspendeu a presença de público devido a pandemia de coronavírus. Ao Tiago Leifert, o ex-BBB disse que sabe que cometeu alguns erros e isso lhe custou sua permanência na casa.

Leia também: "BBB 20": Gabi choca Manu e Pyong ao revelar atitudes de Guilherme

"Eu segui o que eu acreditava lá dentro. Sabia que tinha gente que eu gostava que tinha risco... Eu preferi ir ao para o Paredão, porque eu tava confiante", disse. “Sei que outros erros, que admiti e pelos quais já me desculpei, também pesaram”", completou.

Em entrevista a Fernanda Keulla, hipnólogo não conseguiu esconder sua frustração ao saber que tiha ganhado apenas 1,5 milhão de inscritos no seu canal no Youtube, pois tinha a expectativa de atingir 10 milhões. “É, acho que não reverberou tanto assim”.

Leia também: Lucas Gallina deixa presente podre escondido na casa do "BBB 20"

No fim da conversa, Pyong afirmou que Prior é a pessoa que mais causa e que será "o próximo eliminado" do programa. Ele também definiu Rafa como a pessoa que vai levar para a vida toda e Mari Gonzalez como a planta do "BBB 20".

    Leia tudo sobre: bbb

    Veja Também

      Mostrar mais