Sérgio Reis
Reprodução YouTube
Sérgio Reis

Em entrevista a Roberto Cabrini, no "Domingo espetacular", da Record TV, Sérgio Reis pediu desculpas aos ministros do STF, disse "ter feito bobagem" em relação ao áudio vazado com ameaças à corte e que está magoado com a falta de apoio dos colegas.

O músico de 81 anos afirmou em entrevista exibida neste domingo (22) que não esperava o vazamento de uma conversa que, alega, foi uma brincadeira com um amigo, nem que teria tamanha repercussão. "Hoje em dia, ninguém mais está sigiloso. Você fala qualquer coisa, já sai na internet, já sai pra lá e vaza, vai pra grupos e tudo mais", reclamou.

Você viu?

A reportagem foi à casa do cantor, em Mairiporã (SP), na Serra da Cantareira, em dois dias da semana passada, antes e depois da operação da Polícia Federal investigando manifestações contra as instituições e a democracia, na últiam sexta-feira. Cabrini esteve na casa do cantor na quarta e depois no sábado, um dia após a PF apreender seu celular, quando encontrou Reis acamado.

Segundo a mulher do cantor, Ângela Bavini, Sérgio, que é diabético, viu sua glicemia subir após as polêmicas recentes, e estaria deprimido com o afastamento dos amigos. A reportagem registrou o momento em que Ângela diz ter recebido uma mensagem de Renato Teixeira, parceiro de Sérgio em dois discos de sucesso, o que fez o cantor chorar. "Antes só o Roger, do Ultrage a Rigor, tinha mandado mensagem", desabafou o cantor.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários