IstoÉ

O ator Bruno Gagliasso deixou a Globo em novembro do ano passado, depois de vários anos de contrato. De acordo com informações do Notícias da TV , a saída dele não foi em “comum acordo”, como foi noticiado à época. O site informa que o real motivo seria o ‘mau comportamento’ do artista durante às gravações da novela "O Sétimo Guardião", produzida em 2018.

Leia também: Márcio Garcia é cotado para substituir Luciano Huck, segundo site 

Bruno Gagliasso arrow-options
Divulgação
Bruno Gagliasso


Segundo algumas fontes, houve uma avaliação interna sobre o ator e que ele não teria abraçado seu personagem na  novela como se esperava. Além disso, Gagliasso teria curtido postagens em redes sociais em que telespectadores criticavam a história. A cúpula da Globo teria considerado essas ações como falta de profissionalismo de sua parte.

Leia também: Thiago Gagliasso fala sobre relação com o irmão: "Cada um no seu canto"

Por conta dessas atitudes durante a gravação da novela, concluiu-se que o “mau comportamento” do ator indicaria que ele não teria mais interesse em atuar na casa e que, consequentemente, isso atrapalharia no seu desempenho frente às câmeras. Após o fim da trama, em maio, o destino de Gagliasso já estaria traçado. O seu contrato na Globo chegaria ao fim em novembro e não seria renovado.

Leia também: Após Marquezine, atores da Globo temem novas demissões

Mas, apesar das informações divulgadas sobre o comportamento do ator durante a novela, o estafe de Gagliasso reitera que saída da Globo foi sim em “comum acordo” e que a decisão de deixar a emissora teria partido do ator.

    Veja Também

      Mostrar mais