Em entrevista exclusiva ao iG Gente, atriz fala de seu papel no longa “Menos Que Nada”, bem diferente do que vive em “Carrossel”, e do sucesso da novela infantil

Rosanne Mulholland na pele de René, sua personagem em
Divulgação
Rosanne Mulholland na pele de René, sua personagem em "Menos Que Nada": "A diferença entre professora Helena e René é muito básica"

Quem tem visto Rosanne Mulholland na pele da doce professora Helena na novela Carrossel pode se surpreender com a personagem da atriz em “Menos Que Nada”, filme de Carlos Gerbase , que teve sua pré-estreia paulistana nesta quinta-feira (12), no Espaço Itaú do shopping Frei Caneca.

Na trama, Rosanne vive René, uma arqueóloga e estudante da paleontologia que tem caráter duvidoso. “A diferença entre a professora Helena e René é muito básica. A primeira é muito generosa e jamais seria capaz de fazer mal a uma mosca. Já a outra é muito ambiciosa, capaz de passar por cima das pessoas para conseguir tudo o que quer”, contou a atriz em entrevista exclusiva ao iG Gente .

Siga o iG Gente no Twitter e receba notícias dos famosos em tempo real

Além do mais, o filme passa bem longe do ‘clima’ da novelinha infantil. Trata-se de um drama que traz uma reflexão sobre a doença mental. “O longa conta a história de Dante ( Felipe Kannenberg ), que está passando por um tratamento psiquiátrico e é um caso dado como perdido. Até que chega uma jovem, Paula ( Branca Messina ), que precisa escolher uma pessoa para estudo de caso e resolve ajudar Dante. Para isso, ela resgata a história de vida dele, antes de ser internado, e é onde minha personagem entra”, explica Rosanne.

Rosanne Mulholland em cena de
Divulgação
Rosanne Mulholland em cena de "Menos Que Nada"

Marcada Como Professora Helena?

Rosanne afirmou que a estreia do filme não tem como objetivo tirar o foco de sua personagem em “Carrossel” e que não teme  ficar marcada como a professora Helena. “Como tenho trabalhos anteriores, as pessoas que me chamam para trabalhar sabem que posso fazer outros papéis. Tenho vários outros trabalhos anteriores que mostram personagens muito diferentes. Quem acompanha minha carreira sabe. Mas grande parte do público, provavelmente ficará, pelo menos por um tempo, com essa imagem de professora Helena, claro”, disse.

LEIA MAIS:  Rosanne Mulholland sobre professora Helena: “Foi um susto. Demorou pra ficha cair”

Sucesso e Assédio do Público Infantil

Rosanne sabia da responsabilidade que a esperava quando topou atuar em “Carrossel”, já que a novela foi um ícone nos anos 1990, chegando a ser reprisada por três vezes. Mesmo assim, a atriz não esperava que a trama fosse fazer tanto sucesso novamente. “Estou superfeliz, é muito gratificante. Porque a gente nunca sabe como vai ser a reação daquela produção com aquele público, naquele ano, enfim, não é exatamente igual ao contexto de quando a novela foi exibida pela primeira vez. A gente nunca sabe o que esperar. Só tenho a agradecer”, comemorou.

LEIA TAMBÉM:  Rosanne Mulholland: "Não sou uma atriz só para o infantil"

Sobre o assédio do público infantil, Rosanne foi modesta. “É, têm umas crianças que me abraçam e não querem soltar mais. 'Eu gosto tanto de você', elas dizem. Não estava acostumada com isso, o carinho do público infantil, mas é muito gostoso, porque é muito espontâneo e instantâneo! A partir do momento que percebem que eu sou a professora Helena, as crianças abrem um sorriso, com um brilho nos olhos. É muito gostoso fazer uma criança sorrir”, falou, entre risos.

Com a audiência de “Carrossel” agradando Silvio Santos , será que ele pretende estender ou fazer novas temporadas da novela? “A princípio, estamos gravando até dezembro. Pode ou não continuar, não tem nada certo ainda, nada conversado”, respondeu Rosanne.

Veja mais fotos de Rosanne Mulholland, vestida de caipira na festa de aniversário de Lívia Andrade :

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.