Diretora de marketing da Saraiva explica a importância de usar a CCXP para cativar consumidores e aposta na literatura de youtubers; esse e outros destaques da coluna Bastidores desta quinta-feira (7); confira

Em apenas quatro anos de existência, a Comic-Con Experience se tornou um fenômeno e hoje já é atração esperada no calendário dos amantes da cultura pop do país. A CCXP 2017 espera reunir mais de 200 mil pessoas durante seus quatro dias de evento, mais do que o dobro do público de sua primeira edição, e lojistas enxergam na feira oportunidade de aumentar seu fluxo de negócios e estreitar relação com consumidores. “Temos muita interação com o público mais jovem”, explica a diretora de marketing da Saraiva, Thaiza Estevão que, pelo terceiro ano seguido, tem um estande com atrações próprias no evento.

Leia também: Com cancelamento de última hora, CCXP anuncia outros atores de “Game of Thrones”

CCXP
Reprodução
CCXP


A cultura pop e a lógica do consumo cultural andam lado a lado – basta ver as centenas de produtos licenciados que existem de filmes, jogos e quadrinhos disponíveis na CCXP . É por esse motivo que o público geek está na mira de empresas que enxergam seu potencial. A Saraiva, segundo a diretora de marketing da rede, já oferece um amplo catálogo que contempla esse segmento que, para ela, já representa uma fatia significativa das vendas. “Porém ainda há bastante espaço a se trabalhar”, comenta Thaiza ressaltando principalmente a importância de estarem na CCXP 2017.

Leia também: Maurício de Sousa traz Turma da Mônica para CCXP 2017

Esse ano a empresa, sem falar na loja com produtos que terão descontos para os visitantes do evento, irá contar com réplicas do trono de ferro de “Game of Thrones” e do trem do filme “Assassinato no Expresso do Oriente”, adaptação do romance da autora Agatha Christie. Além disso, haverá mesas de autógrafos com escritor americano Dan Goldman, o quadrinista Thiago Ossostortos e um evento dedicado ao livro da vlogueira Any Malu, que é, na realidade, uma animação.


Essa ação específica foi pensada para estimular a convergência de um meio analógico com o público nativo digital, mas Thaiza fez mistério e disse não pode “estragar a surpresa” do que o estande irá apresentar para fazer essa ponte. Contudo, ela ressaltou que a intersecção entre os Youtubers e literatura tem se mostrado cada vez mais promissor. O público jovem é o principal target, como ela explica, e representa uma das maiores apostas que a marca tem atualmente e estar em um evento com a relevância que a CCXP conquistou é fundamental para desenvolver essas novas estratégias. 

Presença ilustre

Jean Thomas Bernardini, diretor da distribuidora Imovision , trouxe ao Brasil na última semana o ilustre Thierry Frémau x, diretor do Festival de Cannes, o festival de cinema mais prestigioso do mundo. Em uma passagem rápida, Frémaux participou das pré-estreias do seu filme que chega aos cinemas dia 14 de dezembro , ”Lumiére! A Aventura Começa” , em São Paulo, na Reserva Cultural, e no Rio de Janeiro na Reserva Cultural Niterói.

O francês encerrou sua viagem em um almoço com a equipe da Imovision, Ilda Santiago, atores, diretores e produtores da indústria cinematográfica brasileira.  Entre os convidados  estavam: Anita da Silveira, Vera Egito, Heitor Dhalia, Carolina Jabour, Thierry Frémaux, Cacá Diegues, Walter Salles, Sandra Kogut, Andrucha Waddington, Breno Silveira e Joana Mariani, que recebeu todos em sua linda residência no Jardim Botânico.

Veja fotos:

Thierry Frémaux
Divulgação
Thierry Frémaux


Thierry Frémaux, diretor do Festival de Cannes vem ao Brasil para as pré-estreias de “Lumiére! A Aventura Começa”
Divulgação
Thierry Frémaux, diretor do Festival de Cannes vem ao Brasil para as pré-estreias de “Lumiére! A Aventura Começa”



Inédito

Até o dia 13, o público brasileiro tem a chance de conferir uma retrospectiva completa da obra dos irmãos Maysles. A mostra "Irmãos Maysles - A Disciplina do Olhar", exibe  30 filmes, entre curtas, médias e longas, e promove debate e masterclass no Caixa Belas Artes, em São Paulo. 

​​Pioneiros do Cinema Direto, nas décadas de 60 e 70, Albert e David Maysles surgiram como uma revolução estilística no gênero. Apoiados principalmente nas novas técnicas disponíveis, eles propunham uma captação da realidade no seu estado mais puro, aproveitando do uso de uma câmera móvel no ombro e do som direto. O objetivo era retratar o mundo real como se a câmera não estivesse presente, criando uma liberdade para filmar que, até então, não se tinha.

Mostra
Divulgação
Mostra "Irmãos Maysles - A Disciplina Do Olhar" exibe a obra dupla pioneira do cinema direto


Leilão beneficente

Do dia 4 ao dia 11 de dezembro, o grupo "Turma do Pagode" promoverá um leilão beneficente no Mercado Livre. Serão leiloados os instrumentos que o grupo usou na gravação e turnê do DVD XV Anos. Gravado no Espaço das Américas, em São Paulo, o trabalho comemorou os 15 anos de carreira do grupo e contou com as participações de Arlindo Cruz, Thiaguinho, Aviões e Netinho de Paula.

Leia também: Quatro dicas para aproveitar a CCXP 2017 sem filas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.