Mateus Solano protagonizou performance de Pole Dance na novela
Reprodução/Globo - 18.03.2022
Mateus Solano protagonizou performance de Pole Dance na novela "Quanto Mais Vida, Melhor"


A performance de Mateus Solano em “Quanto Mais Vida, Melhor!” chamou atenção do público nas redes sociais. Não apenas pela trama do próprio personagem, mas principalmente por um momento recente na novela das 7, quando Guilherme, de corpos trocados com Flávia (Valentina Herszage), estrelou uma cena no Pole Dance.

Monica Loppi foi quem auxiliou Solano no processo de aprendizado do ator para protagonizar a cena da dança. Bailarina, sócia e instrutora no Copa Pole Studio, ela também é membro da comissão artística de Pole Dance junto ao Sindicato da Dança. Em entrevista ao iG Gente, a profissional contou mais detalhes dos bastidores e processo de aprendizado do ator.

Monica Loppi nos bastidores de
Fotos: Monica Loppi - 18.03.2022
Monica Loppi nos bastidores de "Quanto Mais Vida, Melhor"


Loppi explica que a colaboração que tem com a emissora é de longa data: “Minha parceria com a Globo vem de anos. Quando adolescente já dancei em ‘Malhação’ e também no ‘TV Xuxa’. Mas atualmente eu fui contratada somente para a novela ‘Quanto Mais Vida, Melhor’, trabalhando no que eles chamam de Assessoria de Pole Dance. Ou seja, se tem alguém no Pole eu estou por lá, orientando, treinando e preparando o ator para a cena”.


Mateus no Pole

Para quem ensina alguém do zero todos os dias em seu estúdio, Loppi reconhece que sempre existe um processo diferente ao aprender Pole Dance, já que “cada um tem a sua bagagem, o seu corpo, suas experiências”. Contudo, ensinar alguém para a telinha é um desafio aumentado.

“Ensinar alguém do zero faltando menos de 1h para entrar em cena é mais desafiador ainda. Mas a TV é mágica né? Tudo é possível na telinha!”, destaca. Apesar de terem conversado anteriormente sobre a cena, Monica e Mateus tiveram um período limitado para ensaios, como ela mesma compartilha.

+ Entre no  canal do iG Gente no Telegram e fique por dentro de todas as notícias sobre novelas, celebridades, "BBB" e muito mais! 

“Parte do elenco da Pulp Fiction (boate da trama) fez aulas de Pole durante as gravações da novela, então nas cenas nós apenas lapidavamos o que já havia sido ensinado em sala de aula. A criação das coreografias se tornava bem mais fluida nesse caso. Para a cena da performance do Mateus, nós tivemos uns 30 minutos antes e o resto foi acontecendo durante a cena mesmo”, diz.

Monica Loppi com Mateus Solano e Valentina Herszage nos bastidores de
Fotos: Monica Loppi - 18.03.2022
Monica Loppi com Mateus Solano e Valentina Herszage nos bastidores de "Quanto Mais Vida, Melhor"


Ainda com pouco tempo, a instrutora não poupou elogios ao relatar a experiência de trabalhar com o ator: “O Mateus é uma pessoa incrível, super generoso, atencioso aos detalhes, dedicado! Mesmo sem experiência com dança, ele tem uma riquíssima experiência com Teatro. Já havíamos conversado algumas vezes pelos corredores sobre a cena do Pole, sobre como faríamos, sobre as atividades que ele já fazia e como poderíamos agregar isso à cena”.

Loppi afirma que, geralmente, homens têm “facilidades para certas movimentações de força no Pole”. “Então eles dominam as inversões (movimentos de cabeça pra baixo) mais rápido que as mulheres… Na verdade o que foi surpreendente e fiquei super entusiasmada foi quando Mateus inverteu de primeira! Isso enriqueceu demais a cena!”, conta.

Leia Também

A professora ainda explica qual foi o papel do dublê que participou da cena: “O dublê nesse caso, além de gravar a coreografia para ser usada na cena caso necessário, também é importante para que o ator observe a movimentação em um corpo parecido com o seu para reproduzir posteriormente”.

Leia Também

Contudo, Solano continuou impressionando Monica, já que o ator realizou quase toda a dança completa sozinho. “98% da cena foi o Mateus. Tem somente um giro que foi do dublê, mas acho que só eu e a mãe dele conseguimos reparar nisso”, diz entre risadas.

Por trás de outras cenas

“Quanto Mais Vida, Melhor” ainda apresenta uma série de outras performances protagonizadas pelo elenco no Pole Dance. A instrutora, então, expõe quais são suas funções gerais em cenas do tipo. “Se alguém fez um giro no Pole na novela, eu estava presente na gravação”.

“Eu estava presente todo o tempo das gravações, principalmente no [set da boate] Pulp Fiction. Nos dias anteriores às gravações eu recebia da direção a demanda das cenas, se houvesse necessidade de dublê eu fazia o casting para seleção, fazia também toda a parte de montagem e ensaio das coreografias, que ainda vão acontecer”, conta.

Monica celebra a sensação de ver o Pole Dance sendo retratado na TV e estar por trás desse processo. “É incrível! Quando eu entrei no cenário da Pulp Fiction e vi cinco Poles na boate e bailarinos voando na TV, eu quase chorei de emoção!”.

“Poder mais uma vez deixar minha marca no Pole, ver principalmente uma emissora como a Globo colocando o Pole em lugar de destaque, com preparadores de elenco, com falas e diálogos riquíssimos para a comunidade, com cuidado, com atores super generosos em cena é lindo demais!”, segue apontando.

“Já haviam acontecido outros momentos de Pole Dance na TV aberta, mas muitas vezes esquecidos no meio do caminho ou onde o Pole era mais um pano de fundo”, completa Loppi, que ainda promete mais cenas da dança na novela: “Não posso dar Spoiler… Mas não acabou por aí não, vão ter muitas cenas legais, Quanto Mais Pole, Melhor!”.

Bastidores da novela
Fotos: Monica Loppi - 18.03.2022
Bastidores da novela "Quanto Mais Vida, Melhor"


“Outra atriz que gostaria de dar destaque ao trabalho de Pole Dance é a Valentina Herszage, que principalmente nessa 2ª fase da troca de corpos está arrasando demais nas suas performances no Pole. Mais difícil que fazer Pole dance é desconstruir uma atividade e ela está impecável nesse papel”, complementa.

O que é preciso saber sobre a dança

Para quem não tem noção de toda complexidade do Pole Dance, Monica cita os personagens da novela para explicar, de fato, o que seria a dança: “Como bem disse Guilherme/Flávia: 'Pole Dance não é só se pendurar no poste é uma arte’”. A instrutora afirma que é uma modalidade “super completa e complexa”, já que reúne técnicas de dança, circo, calistenia e performance.

“O Pole também é uma atividade que empodera! É incrível ver mulheres e homens que entram em sala de aula de uma forma e junto com o Pole se redescobrem e se transformam”, completa.

Ainda assim, o Pole Dance carrega algumas concepções erradas. E Monica cita a principal delas, entre risadas: “A visão mais equívoca é que Pole Dance é fácil. Independente do estilo que a pessoa vai escolher para a sua performance, seja ela sensual, artística ou esportista, temos que treinar para que seja leve para quem assiste e também para quem pratica”, conclui.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários