Ana Maria Braga e Naiara Azevedo
Reprodução
Ana Maria Braga e Naiara Azevedo

O "Big Brother Brasil 22" tem apenas poucas horas no ar, mas as polêmicas já começaram a surgir. Na madrugada desta terça-feira, dia 18, os brothers se reuniram na cozinha para conversar sobre temas importantes, como o racismo. No papo, Naiara Azevedo afirmou que, para ela, não existe "diferenças de tonalidades de pele" e que enxerga todos como pessoas iguais. A fala repercutiu nas redes sociais e Ana Maria Braga comentou a polêmica levantada com a fala da sertaneja:

"Não querer que o racismo exista é diferente de negá-lo. Eu aprendi, me rodeando de pessoas pacientes e amorosas, que esse “pensamento de igualdade” causa dor nas pessoas negras. Pois são elas que sofrem (literalmente) na pele e só elas podem testemunhar se racismo existe ou não. É como se você falasse pro médico que está com dor e ele te respondesse que a dor não existe, pois ele não está sentindo nada", começou a apresentadora do "Mais você" no início desta tarde no Instagram.

Nos comentários da postagem, internautas apontaram o texto de Ana Maria como "cirúrgico".

"Eu espero que a Naiara se cerque de pessoas amorosas e aprenda isso também. E que no futuro exista esse mundo onde a cor é indiferente. Mas, por enquanto o segurança da loja cara vê cor, o empregador vê cor… Enquanto muita gente estiver vendo cor e muita gente estiver sofrendo preconceitos de todo tipo por causa da cor, a gente tem que ver cor.", finalizou Ana Maria.

Leia Também

Na mesma conversa, Natália também foi destaque por falas polêmicas. A sister afirmou que os negros foram escravizados por serem "mais eficientes".

“Viemos como escravos sim, porque a gente era eficiente, porque a gente era forte, era bom no que a gente fazia", disse Natália em um trecho que viralizou na web, onde internautas apontaram que ela estava romantizando a escravidão.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários