Dayane Mello ainda não teve contato com sua advogada
Reprodução/Instagram
Dayane Mello ainda não teve contato com sua advogada

Após Nego do Borel ter supostamente estuprado Dayne Mello em "A Fazenda 13" , o funkeiro foi expulso do programa e a modelo permanece no confinamento. Nas redes sociais, os fãs da peoa pedem atendimento médico e psicológico para ela , pois pode ter sido vítima de violência sexual. Izabella Borges, advogada de Dayane, diz que entrou na Justiça com um pedido para poder encontrar a cliente.

Borges e sua equipe protocolaram um pedido para que Dayane possa se encontrar com seus advogados na sede do programa, conforme a advogada contou em entrevista ao site Na Telinha. O objetivo é a modelo poder ter apoio integral necessário enquanto ainda esteja dentro do programa, pois a participante de "A Fazenda" também seria expulsa do reality show caso se encontrasse com alguém de fora do jogo.

"Queremos que ela seja ouvida por psicóloga especializada, médico e conte com apoio jurídico. A emissora deixou claro que se ela tivesse acesso a alguém de fora do programa, ela seria eliminada. E como a vontade dela é permanecer, a gente vai buscar essa autorização judicial para que a gente consiga respeitar o direito dela de escolha de estar dentro de um reality show. Ela já afirmou para a Record, que ela quer continuar, que ela quer ganhar o prêmio, que é importante para ela. Ela precisa ter apoio jurídico, mesmo dentro do programa, sem perder a chance de estar lá concorrendo", diz a advogada.

Dayane foi ouvida por um homem após o ocorrido. Na edição do último sábado (25), após o suposto estupro, foi ao ar o depoimento que a modelo deu a um homem, relatando não se lembrar de nada que aconteceu após a festa e nem se teve relações sexuais com Nego do Borel. Nas imagens gravadas pela câmera da Record, é possível ouvir a modelo pedindo para o cantor parar e o som de gemidos. Horas depois, a peoa volta a aparecer nas câmeras acordando sem roupa.

Izabella Borges, a advogada da participante do reality, lamenta que a cliente tenha sido ouvida por um homem. Ela analisa que após ter possivelmente sofrido uma violência sexual, o melhor seria receber o atendimento de uma mulher. 

"A gente não sabe exatamente que assistência ela recebeu. É tudo muito abstrato, inclusive parece que um homem teria conversado com ela em rede nacional tentando apurar o que aconteceu. Ela deveria ter conversado com mulheres, as advogadas dela, que poderiam orientar sobre os seus direitos e não uma pessoa desconhecida que vai lá e faz algumas perguntas, ainda mais sendo homem", diz.

A expulsão

Após a festa do último sábado (25), Nego do Borel foi acusado de ter estuprado Dayane Mello. O cantor estava na mesma cama que a modelo e pelo áudio das câmeras do PlayPlus era possível ouvir a modelo pedindo para ele parar e o som de gemidos. Os próprios peões tentaram tirá-la da cama do cantor, mas não conseguiriam. No dia seguinte, a peoa disse não se lembrar do que aconteceu, pois estava embriagada.

Nas redes sociais, os fãs do programa logo começaram a pedir a expulsão do cantor. A equipe de Dayane foi à sede do programa acompanhada da polícia e, após grande pressão nas redes sociais e dos patrocinadores, o cantor foi expulso de "A Fazenda 13".

Ao deixar o confinamento, Nego do Borel gravou um vídeo dizendo que foi "mais uma vez injustiçado" e que iria tirar a própria vida por conta das acusações. No dia seguinte, ele foi flagrada circulando com amigos por um shopping e um barzinho no Rio de Janeiro.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários