Marco Ungaro e Érick Jacquin
Reprodução Instagram / Band
Marco Ungaro e Érick Jacquin

O chef Marco Ungaro, que atualmente trabalha para Érick Jacquin no restaurante Président, confessou que mentiu para a Band quando participou do reality "Pesadelo na Cozinha". A revelação foi feita durante a participação de Ungaro no ZL podcast, veiculado no YouTube.

De acordo com o cozinheiro, ele convenceu a equipe da hamburgueria Heroes - que, teoricamente, deveria ser salva - que seria bom participar do "Pesadelo na Cozinha" para que o restaurante ganhasse mídia. "Foi um combinado entre a turma da Heroes sem a Band saber. Ninguém queria gravar. 'Ah, vai sujar o meu nome'. Então vamos fazer o seguinte, eu sei que isso vai dar certo para a gente. Fala que eu sou o erro do restaurante. Pronto. Por isso todo mundo falava mal de mim. A Band achava que era real", disse Ungaro.

Apesar do teatro, os problemas que Jacquin encontrou na Heroes eram reais. A cada episódio do reality, o chef tem como missão de ajudar um estabelecimento. "Na minha cabeça, [ele pensou] se a gente passar nesse programa, vai dar fama para o restaurante. E eu quero ganhar mais nome. Na época, eu tinha acabado de me mudar para São Paulo. Fiquei quatro meses passando fome e frio em São Paulo. Não tinha um centavo no bolso. Dormia num quartinho. Não tinha dinheiro para comprar uma coberta", continuou Marco.

Além do "Pesadelo na Cozinha", Marco Ungaro já participou de outros dois reality shows, como "Hell's Kitchen", no SBT, e "A Casa", na Record TV. Assista a entrevista na íntegra.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários