Sikêra Jr. deve ser intimado a depor
Reprodução
Sikêra Jr. deve ser intimado a depor

Sikêra Jr. e o superintendente de jornalismo da RedeTV! Franz Vacek devem ser intimados para depor em breve. Segundo o colunista Leo Dias, foi aberto um inquérito criminal após o apresentador do "Alerta Nacional" chamar a comunidade LGBTQIA+ de "raça desgraçada" durante um programa,  comentário preconceituoso que também fez com que ele perdesse diversos patrocinadores.

O inquérito foi aberto na 3ª DP da Polícia Civil de São Paulo (Osasco) após ser registrada uma queixa contra Sikêra Jr. e a emissora por homofobia. Quem registrou a queixa foi o ativista pelos direitos da comunidade LGBTQIA+ Agripino Magalhães,  que já entrou na Justiça contra o apresentador anteriormente.

Magalhães já denunciou Sikêra anteriormente e citou outros episódios de intolerância do apresentador no registro de ocorrência. O ativista também relatou que já processa o funcionário da afiliada da RedeTV! por outras ofensas proferidas contra sua pessoa.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários