Rafael Colombo e Alexandre Garcia
Reprodução
Rafael Colombo e Alexandre Garcia

O jornalista Rafael Colombo teria pedido para deixar a apresentação do quadro "Liberdade de Opinião", da CNN, após revelações envolvendo Alexandre Garcia. Durante a CPI da Covid, o Google entregou um relatório mostrando quanto os canais de YouTube faturaram com vídeos com informações falsas sobre a pandemia da Covid-19. Quem encabeça a lista é o comentarista da CNN que ganhou R$ 70 mil com essas publicações .

Segundo o site Na Telinha, Colombo pediu para a direção da CNN deixá-lo sair do quadro. Essa não teria sido a primeira vez que o jornalista fez esse pedido. Ele já estaria insatisfeito com a participação de Alexandre Garcia no programa, pois o comentarista estaria negando fatos comprovados.

A última participação de Rafael Colombo no "Liberdade de Opinião" foi nessa segunda-feira (14). O jornalista segue apresentando o "Jornal Novo Dia" e o comando do quadro fica por conta de Elisa Veeck. Na atração que conta com a participação de Alexandre Garcia e Sidney Rezende, os dois comentaristas com visões políticas opostas fazem análises de assuntos do momento.

Entenda o caso

O Google entregou um relatório sigiloso à CPI da Covid com dados que mostram o quanto canais de YouTube faturaram com vídeos contendo informações falsas. A lista contém 385 vídeos de 34 canais, que lucraram com as propagandas exibidas antes desses conteúdos serem retirados do ar. A maioria desses canais é alinhado com o governo Bolsonaro e todos publicaram vídeos com informações mentirosas sobre a pandemia e a Covid-19. No topo da lista de quem mais lucrou está Alexandre Garcia, que faturou R$ 70 mil.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários