Celso Russomano e Record TV foram condenados a indenizar empresário
Reprodução/Record
Celso Russomano e Record TV foram condenados a indenizar empresário

Celso Russomano  e a Record TV foram condenados pelo Tribunal de Justiça a pagar R$ 41,8 mil de indenização por danos morais a um empresário de Santa Catarina.

O empreendedor sentiu-se ofendido pela reportagem exibida em fevereiro de 2020, no quadro "Patrulha do Consumidor" , do programa "Cidade Alerta". 

De acordo com documentos obtidos pelo site NaTelinha, ele teve sua foto exposta com comentários do tipo: cara dura, endosso a sem-vergonhice, à canalhice e o estelionato que ele tá praticando.

Em suas defesas, Russomanno e a Record alegaram que a reportagem “teve cunho jornalístico, denotando claro interesse público” e que "posteriormente foi publicada uma retratação”. Entretanto a juíza não acatou.

Ao deferir a condenação, a juíza avaliou que fosse paga uma indenização total de R$ 41,8 mil, sendo R$ 30 mil pagos pela Record e R$ 11,8 mil por Russomanno. A sentença foi dada em 25 de agosto de 2020, mas, segundo o TJSC, o valor só foi depositado em juízo recentemente, em 22 de janeiro.

Até o momento Celso Russomano e Record TV não comentaram o caso.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários