mudança de Glória Vanique da Globo para a CNN foi algo que pegou todo mundo de surpresa. A jornalista comandava o "Bom Dia SP" ao lado de Rodrigo Bocardi e ele até chorou na despedida da colega . Em entrevista ao site Notícias da TV, a apresentadora contou que a busca por novos projetos e por mais qualidade de vida foi o que a motivou a trocar de emissora.

Glória Vanique
Reprodução/Instagram
Glória Vanique fala dos motivos que a fizeram deixar a Globo

Para estar no ar de manhã cedo, Glória disse que acordava às 3h da madrugada, algo que estava acabando com ela. "Vamos combinar que não é natural. A gente acaba se adaptando, mas não se acostuma. Eu tinha sono e falta de disposição o dia todo. Quando chegava o final de semana eu queria dormir. Eu fazia as coisas? Fazia. Mas se eu tivesse a opção de dormir, sempre era minha opção", revela.

Na CNN, a jornalista não terá mais que acordar de madrugada. "Com toda essa mudança muito rápida, eu já me sinto melhor. O fato de eu dormir oito horas seguidas já faz uma grande diferença na minha rotina e na minha vida", diz. Inclusive, a mudança no horário de trabalho foi algo que ela fez questão de incluir na negociação.

As conversas para fechar contrato com a emissora jornalística duraram apenas três dias, algo muito rápido para os padrões da televisão. A notícia de que Glória estava deixando a Globo pegou os chefes dela de surpresa, mas a jornalista garante que está animada com o novo caminho profissional. Ela diz estar contente de apresentar um telejornal para o país inteiro e também estar no projeto de streaming da CNN, que ainda vai estrear.

Mesmo com a animação dos novos projetos, a parceria com Rodrigo Bocardi é algo que Glória Vanique guardará no coração. "A gente muda de empresa, mas os amigos ficam. Só que as parcerias, e principalmente nesse nosso meio de TV, não duram pra sempre, a gente sabe disso. O Rodrigo sabia disso, era uma coisa sobre a qual a gente conversava às vezes. Posso dizer que o 'Bom Dia SP' foi o nosso filho [risos]. Um filho daquele nosso casamento. A gente construiu juntos, nós pensamos, nós ousamos, nós acertamos, nós erramos, mas a gente sabia que uma hora cada um ia seguir o seu caminho. E foi isso que aconteceu", fala.

    Veja Também

      Mostrar mais