Serginho Groisman participou do "Roda Viva" na noite desta segunda-feira e contou que Silvio Santos lhe ofereceu uma verdadeira fortuna para recusar o convite da Globo e continuar no SBT. Segundo o apresentador, o dinheiro oferecido era o suficiente para fazê-lo sócio do Baú da Felicidade, que é uma das empresas de Silvio.

Serginho Groisman, Silvio Santosa
Reprodução
Serginho Groisman falou da proposta feita por Silvio Santos


"No SBT, eu tinha resolvido que ficaria até onde eles me aturassem. Até que um dia numa renovação de contrato com Silvio, eu falei: 'quero mais atividade jornalística no programa, reportagem, apuração'. Ele respondia 'não', e eu assinava", disse.

Em uma das vezes, Serginho pediu uma semana para pensar e assinar o contrato. Mas, quando chegou em casa, havia um recado da Globo na secretária eletrônica. "Começou um caminho difícil na minha vida que era aceitar ou não ir para a Globo. Eu falei, 'talvez não dê certo, mas não posso me deixar experimentar um caminho que me apresenta", revelou.

"Eu tive que falar para o Silvio que estava tentado em ir para a Globo. Ele disse: 'te ofereço tanto!' Era um dinheiro que me faria sócio do Baú. Eu pensei: 'mas tanto dinheiro assim. Será que ele quer que eu fique ou não quer que eu saia?' Fiquei com a cabeça muito confusa", disse.


"Quando falei: 'estou indo', ele disse: 'te dou mais tanto'. Ali eu disse 'chega'. O Silvio falou que iria manter o cenário do "Programa Livre' e pôr outros apresentadores, como aconteceu, porque eu iria voltar, não iria durar muito tempo na Globo", completou. "Começou na minha cabeça um período de quatro ou cinco meses com a dúvida: 'o que faço da minha vida? Estou num lugar com liberdade, mas com restrições'. Tive 45 mudanças de horários no SBT, mas isso foi de menos. Eu fui feliz ali", finalizou.

Serginho Groisman foi contratado pela Globo em 1999 e até hoje comanda o "Altas Horas".

    Veja Também

      Mostrar mais