Florinda Meza, viúva de Roberto Gómez Bolaños, falou sobre o que acha do fim da parceria do SBT com a Televisa, que fez com que "Chaves", "Chapolin" e "Chespirito" deixassem de ser exibidos no Brasil.

Florinda Meza, Roberto Bolaños
Reprodução/Instagram/SBT
Florinda Meza e Roberto Bolaños


"Minha opinião sobre que se deixe de transmitir o programa Chespirito? Ainda que eu não tenha nada a ver porque, inexplicavelmente, eu não fui convocada para as negociações, acredito que justo agora, quando o mundo mais precisa de diversão, fazer isso é uma agressão às pessoas. Além do mais, vai contra seus próprios interesses comerciais, porque, neste momento, queremos ver tudo que nos faça lembrar de um mundo que foi melhor. Chespirito já é um programa cultuado. É parte do DNA dos latinos, o levamos na memória genética. Pretender eliminá-lo do nada é uma medida pouco inteligente", começou ela.

    Veja Também

      Mostrar mais