O jornalista Daniel Adjunto, que pediu demissão do SBT para ingressar no time da CNN Brasil, está novamente na mira da emissora de Silvio Santos. Ele pediu demissão há sete meses e tem se destacado na nova emissora, sendo o responsável pela polêmica entrevista de Regina Duarte que, na época, assumia o cargo de secretária da Cultura. O desejo era que o profissional encabeçasse o novo projeto de jornalismo do SBT que estreia em agosto.

Daniel Adjunto
Reprodução
Daniel Adjunto não aceitou a proposta do SBT e vai continuar na CNN Brasil


A proposta foi feita pela antiga emissora de Daniel Adjunto e teria deixado o jornalista tentado. Segundo o 'Notícias da TV', ele procurou amigos próximos para pedir opinião e, depois de pensar bem, acabou recusando a proposta – já que tem conseguido mais credibilidade na CNN Brasil, uma vez que no SBT ele só carregava o título de “repórter gato”.

Além da entrevista com Regina Duarte, foi Daniel Adjunto que deu o furo que o presidente Jair Bolsonaro estava cogitando chamar o ator Mário Frias para assumir a Secretaria Especial da Cultura. Na ocasião, seus colegas da CNN chegaram a dar risada.

Novos planos do SBT

O novo projeto de jornalismo da emissora de Silvio Santos deve chegar aos telespectadores em breve e vai se chamar “SBT News”. De acordo com o 'Notícias da TV', o projeto contará com uma central de multimídia em Brasília e o responsável pela reformulação, Luiz Weber, que teve passagem pela Folha de S. Paulo, busca algum nome de peso para a cobertura política. O problema é o dono do SBT nunca deu muito espaço para o jornalismo e está difícil convencer profissionais conhecidos a trocarem de emissora.

    Veja Também

      Mostrar mais