A mãe do menino estuprado e morto pela transexual Suzy Oliveira aos 9 anos, Aparecida dos Santos, disse ao programa Alerta Nacional, da Rede TV! , que ficou surpresa com as mensagens de apoio que viu a responsável pela morte de seu filho recebendo após ter sido abraçada pelo médico Drauzio Varella durante reportagem no "Fantástico", da Globo.

Leia também: Após Marquezine, atores da Globo temem novas demissões

Aparedica dos Santos arrow-options
Reprodução/RedeTV!
Aparedica dos Santos


“Receber abraços, receber cartinha e ainda um bombomzinho? Na prisão? Eu recebi o que nesses 10 anos?”, disse a mãe da vítima sobre a reportagem exibida na Rede Globo .

Leia também: Ilegal? Globo tem prejuízo milionário gerado pelo governo Bolsonaro, diz jornal

Em carta enviada pela sua advogada, Suzy reconheceu seu erro e que está pagando por tudo o que cometeu. "Em nenhum momento tentei passar como inocente e desde aquele dia me arrependi verdadeiramente e hoje estou aqui pagando por tudo que eu cometi. Errei sim e estou pagando cada dia.”

A Rede Globo e o médico Drauzio Varella receberam várias críticas por não divulgarem os crimes das fontes exibidas na reportagem.


    Veja Também

      Mostrar mais