Na última segunda-feira (02), o "Jornal da Manhã", noticiário da afiliada da Globo na Bahia, surpreendeu seus telespectadores ao mostrar imagens de duas ossadas humanas ao vivo. Em resposta a emissora afirmou que a exibição foi um "erro grave, que não condiz com a linha editorial". As informações são do Notícias da TV .

Leia também: Após Marquezine, atores da Globo temem novas demissões

Âncora do Jornal da Manhã arrow-options
Reprodução Globo
Ricardo Ishmael, âncora do Jornal da Manhã


Leia também: Ex-Globo, atriz que fez "Chiquititas" é nova contratada da CNN Brasil

A reportagem da Globo tinha como intenção relacionar duas ossadas humanas encontradas em locais distintos, em Salvador. "Parentes de Edilson reconheceram as roupas, mas a confirmação da identidade só vai poder ser feita pelo IML", disse o âncora Ricardo Ishmael após o jornal exibir imagens da primeria ossada. 

Leia também: Atriz da Globo assume namoro com mulher 35 anos mais nova

Apesar do choque dos telespectadores, esta não é a primeira vez que a afiliada da Globo comete este tipo de gafe. Em 26 de fevereiro de 2018, o mesmo folhetim mostrou um cadáver no chão. À época, a emissora também reconheceu o erro e disse que o mesmo não condizia com sua linha editorial. 

ossada exibida ao vivo na afiliada da Globo arrow-options
Reprodução Globo
ossada exibida ao vivo na afiliada da Globo



    Veja Também

      Mostrar mais