Fátima Bernardes resolveu se posicionar ao falar de um dos assuntos mais comentados nas redes sociais nesta quarta-feira (19). Após mostrar um trecho da entrevista em que o presidente Jair Bolsonaro diz que a repórter da Folha de S. Paulo Patrícia Campos Mello queria “dar o furo” com uma conotação sexual, a apresentadora demonstrou repúdio.

Leia também: Fátima Bernardes leva doméstica no "Encontro" para rebater Paulo Guedes

Fátima Bernardes e Bolsonaro arrow-options
Reprodução
Fátima Bernardes criticou Bolsonaro ao vivo no "Encontro"


“É muito triste ver o presidente do nosso país com uma declaração como essa, tentando fazer um ataque sexual a uma jornalista respeitada. Mas aqui no nosso país, infelizmente, nós mulheres vivemos lutando por espaço e respeito”, começou dizendo Fátima Bernardes .

Leia também: No "Encontro", Fátima Bernardes pinta unha de convidada e choca web

A apresentadora acrescentou que uma declaração como deixa não só ela, mas todas as mulheres indignadas. “A gente vê um ataque como esse partindo da pessoa que tem o posto mais importante [do Brasil]. Ele se esquece que governa para todas as mulheres e para todos os homens e que o comportamento dele serve de exemplo para todo mundo nesse país”, concluiu.


Leia também:Fátima Bernardes se despede de companheiro e comove fãs: "Que pena"

Em seguida, Fátima Bernardes disse que, após ouvir essa fala de Bolsonaro, ela precisava dar a notícia de que uma jovem denunciou um caso de assédio sexual que sofreu de um motorista de Uber e o assediador tentou colocar a culpa na roupa em que ela estava usando. Nas redes sociais, a atitude da apresentadora está sendo muito elogiada.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários