Tamanho do texto

Em entrevista ao "Conversa com Bial", cantor revelou sua opinião sobre o atual e ex-presidentes da república; governadores também foram citados

Na última terça-feira (10), Agnaldo Timóteo foi o convidado do "Conversa com Bial", da Globo . Durante o papo, o cantor falou sobre política, deixando claro o que pensa sobre Jair Bolsonaro e ex-presidentes da república.

Leia também: Após ser transferido para SP, Agnaldo Timóteo segue em estado crítico na UTI

Agnaldo Timóteo arrow-options
Divulgação/TV Globo
Agnaldo Timóteo

"[Leonel] Brizola foi uma figura maravilhosa. Foi muito infeliz porque brigou com todo mundo, inclusive comigo. [Paulo] O Maluf... você não anda 10 minutos em São Paulo sem passar por uma obra dele", elogiou Agnaldo Timóteo , citando ex-governadores de Rio de Janeiro e São Paulo.

Leia também: Após ser transferido para SP, Agnaldo Timóteo segue em estado crítico na UTI

"Collor é um monstro. Falava 8 idiomas. Nunca provaram uma vírgula contra aquele monstro sagrado que é Fernando Collor", continuou ele no programa apresentado por Pedro Bial.

"Eu morro pelo Lula. Bolsonaro foi meu colega deputado, sempre nos respeitamos. A gente torce para que ele supere as dificuldades que têm surgido e seja um presidente... a metade do que foi Lula, já fico feliz".

Leia também: Agnaldo Timóteo recebe alta e voltará ao Rio de Janeiro

Agnaldo Timóteo ainda falou sobre uma futura filiação ao PT. "O Lula disse: 'se um dia você quiser ir para o PT, eu assino a ficha'. Eu já assinei, estou indo", finalizou ele.

    Leia tudo sobre: Lula